Translate

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Halloween, o Dia das Bruxas




"Noite de Samhain" José Antonio Gil Martínez*
Conectado aos mais antigos cultos pagãos, a palavra “Halloween”, tem origem em tantas lendas e histórias que só podemos afirmar que é uma das mais pagãs festas “católicas” da atualidade. Em meados do século V d.C, foi declarado que o dia 31/10 seria reconhecido como o dia de todos os santos, pois nas antigas tradições pagãs ele era chamado “O grande buraco”, pois acreditava-se que neste dia o mundo dos vivos e dos mortos comunicavam-se.

Ainda temos informações esparsas de diversas fontes históricas – documentos dos séculos V e VIII – citando que o nome Halloween teria vindo vem da palavra hallowuinas, que seria o nome das guardiãs dos conhecimentos ocultos escandinavos.

Há várias lendas em volta do dia das bruxas. Em uma delas é que no dia 31 de outubro, um dia após o Dia do Corvo (dia 30 de outubro e que é considerado nas religiões pagãs o senhor e guardião do portal entre os vivos e os mortos) todos aqueles que morreram no ano anterior, voltariam a terra e poderiam tomar posse dos corpos vivos e fazer deles seu festim antes de voltarem a escuridão da morte. 

Assim, para assustar os mortos e impedir essa possessão, a população apagava sua fogueiras e velas, se vestiam com roupas assustadoras e andavam em volta das vilas para espantar os mortos que viessem vistá-los.

Embora essa prática fosse condenada pelos católicos – que acreditavam que os mortos só voltariam no Dia do Juízo. Sua prática contínua por séculos levou por fim a uma tentativa dos cristãos de assimilar a data, ao ser agregada no calendário cristão quando passou a ser definido o Dia de Finados (mortos) no dia 02 de novembro, mas isso não inibiu o Halloween e suas práticas.

Tanto é que no século 17, os irlandeses que imigraram aos Estados Unidos levaram essa tradição ao país que por fim a difundiu para o mundo todo. Hoje em dia até na Ásia o dia 31 é comemorado com “gostosuras ou travessuras”.

SIMBOLOGIAS

Abóbora iluminada com a vela

A vela dentro da abóbora, vem da antiga lenda irlandesa de Jack, o Lanterna, um beberrão, ardiloso que ludibriou o diabo por duas vezes e conseguiu que ele o deixasse em paz até sua morte, porém quando morreu, foi negado a ele sua entrada no céu, pois sua vida não era digna do paraíso e devido os problemas com o senhor do inferno ele também não pode entrar lá. Mas o diabo com dó de Jack, que foi condenado a vagar pela eternidade na escuridão, lhe deu uma lanterna para que pudesse caminhar na escuridão.


A vela foi colocada originalmente dentro de um nabo e permanece duradoura. Nos USA, foi substituído por uma abóbora que no novo país era mais abundante que o nabo na Irlanda.

Gostosuras ou travessuras (Trick or Treat)

No século IX, na Europa os católicos faziam oferendas aos parentes e conhecidos chamado de souling que significava almejar, e era comemorado no dia 02 de novembro (o Dia dos Mortos católico). Nesse dia parentes iam de casa em casa, pedindo os chamados “soul cakes” (bolo das almas) que eram feitos de groselha (não a bebida, a fruta). Para cada pedaço de bolo que a pessoa ganhava ela deveria orar para o parente do doador do bolo, pois acreditava-se que assim, ajudava-se os mortos a irem para o reino dos céus.

Com o passar do tempo, esse hábito foi cativando as crianças, e no Dia de Halloween adotou-se que além de se vestirem com fantasias para assustarem os mortos, elas também pediriam doces e àqueles que não dessem sofreriam com as travessuras.

Agora você se pergunta o que têm as bruxas com tudo isso?

As bruxas comemoram o Samhain, o ano novo celta. Ela marca o fim do verão e a entrada do ano novo, celebrando a colheita do ano todo e a renovação para o próximo.

Mas nas tradições católicas, que procuravam colocar as antigas tradições na ótica do “diabo”, dizia-se que nessa data as bruxas chegavam em sua vassouras para a festa em que o diabo era o anfitrião, voavam em volta da lua, gritavam, riam e amaldiçoavam a todos que encontravam.

Essa crença dizia que se você encontrasse uma bruxa, deveria virar sua roupa do avesso, para a maldição ou feitiço, não te pegar. E como o gato preto sempre foi associado as bruxas, nessa época diziam que eles carregavam os espíritos dos mortos e se um gato preto cruzar o seu caminho, volte por onde veio, porque se avançar terá má-sorte na certa.

Enfim…

Uma coisa é certa, é uma festa de terror com muito bom humor. Nessa data colocamos todos os "demoninhos" para fora e brincamos sejamos adultos ou crianças.

E as bruxas, tanto das antigas quanto das novas tradições, em todo mundo celebram essa data fantástica em volta de fogueiras, colocando seus pedidos no caldeirão, para mais um ano que vai começar.
____
Fonte: web:http://www.patywitch.blogspot.pt (reprodução) - Imagem: "Feliz noche de Samhain a todos" José Antonio Gil Martínez (CC-BY-2.0)

terça-feira, 30 de outubro de 2018

Prece e Orações ao Caboclo Sete Flechas



Indios Pataxós/Valter Campanato/ABr
Caboclos são entidades que se apresentam como espíritos indígenas. As entidades assim denominadas que se apresentam nos terreiros de Umbanda são espíritos com certo grau de evolução espiritual. 

São espíritos de índios que já morreram e que viraram guias de luz que voltam à Terra para prestar a caridade ao próximo, ou almas de pessoas que assumiram a roupagem fluídica de caboclo como instrumento de ideal. São da Linha das Matas.

Apresentam-se altaneiros, dando o seu grito de guerra e gesticulando como se lançassem suas flechas. Normalmente seus conselhos visam a melhorar o ânimo dos mais necessitados. A imagem quase sempre condiz com a figura do bom selvagem romantizado, belo, puro, nobre e arrojado. São espíritos sérios e bastante contidos. Normalmente os consulentes os tratam com muito respeito e até algum temor.

Geralmente se utilizam de charutos para provocar a descarga espiritual de seu médium e também do seu consulente. Alguns assoviam, outros bradam no ato da incorporação. Costumam ser bastante sérios nos seus conselhos. São considerados, portanto, grandes trabalhadores dos terreiros.

Caboclo Sete Flechas


Conta o folclore de Umbanda que o Caboclo Sete Flechas era um índio oriundo da tribo dos Patachós, que se localizava na Mata Escura na época (entre os anos 200 e 300), onde hoje é o Estado da Bahia, é um Caboclo que vem na Irradiação de Oxóssi, podendo ser cruzado para vir na vibração cósmica  de todos os Orixás.

O Caboclo Sete Flechas recebeu as suas Flechas de 7 Orixás, a mando do Pai Oxalá, conforme segue:

* Oxóssi colocou uma Flecha no seu Braço direito, flecha da saúde para que derrame sobre nós os bálsamos curadores.

* Ogum colocou uma flecha no seu braço esquerdo, flecha da defesa para que sejamos defendidos de todas as maldades materiais e espirituais.

* Xangô cruzou uma flecha em seu peito, para nos defender das injustiças da humanidade.

* Iansã Cruzou uma flecha em suas costas, para nos defender de todas as traições de nossos inimigos.

* Iemanjá colocou uma flecha sobre sua perna direita, para abrir os nossos caminhos materiais e na senda da espiritualidade.

* Oxum colocou uma flecha sobre sua perna esquerda, para lavar os nossos caminhos, iluminar os nossos espíritos e nos defender de todas as forças contrárias à vontade de Deus.

* Omulu/ Obaluaiê entregou em suas sagradas mãos a flecha da força astral superior, para distribuir a humanidade a Divina força da fé e da verdade.

O Caboclo Sete Flechas tem um conhecimento profundo das ervas e das folhas de nossa flora e da flora de outros países, trabalha na cura, exímio vencedor de grandes demandas espirituais e como alguns costumam dizer ele é um Caboclo mandingueiro, ou seja, quebrador de mandingas destinadas a seus filhos e a seus protegidos, manipulador das energias do Astral e não fica "amarrado" a nenhuma vibração, ele trabalha dentro de todas as vibrações, de todos os os Orixás, juntamente com os falangeiros sob seu comando.

Prece do Caboclo Sete Flechas

"Salve Deus Pai, criador de todo o Universo! 
Salve São Sebastião, rei da mata e chefe de todos os Caboclos! 
Salve Pai Sete Flechas e sua falange guerreira! 

Pai Sete Flechas baixai sobre nós um jato de vossa divina luz, iluminando os nossos espíritos, para que possamos entrar em comunhão com esta centelha de luz divina que emana de vossas sagradas flechas, nos defendendo e amparando neste mundo terreno. 

Salve as sete flechas que vos foram dadas, espiritualmente, para nos defender de todas as provas que não nos vem de Deus. 

Bendito seja São Sebastião que vos botou sobre o vosso braço direito a flecha da saúde para que derrame sobre nós os bálsamos curadores; 

Bendito seja São Jorge, que botou sobre vosso braço esquerdo a flecha da defesa, para que sejamos defendidos de todas as maldades materiais; 

Bendito seja São Jerônimo, que vos cruzou uma flecha em vosso peito para defender-nos das injustiças da humanidade; 

Bendita seja a grande mãe, Senhora da Conceição, que botou uma flecha em vossas costas, para defender de todas as traições de nossos inimigos; 

Bendito seja o Senhor do Bonfim, que vos botou uma flecha sobre a perna direita para abrir os nossos caminhos materiais e na senda da Espiritualidade; 

Bendita seja Nossa Senhora dos Navegantes, que botou uma flecha sobre vossa perna esquerda, para lavar os nossos caminhos, iluminando os nossos espíritos e defendendo-nos de todas as forças contrárias à vontade de Deus; 

Bendito seja São João Batista, que entregou em vossas sagradas mãos a flecha da força astral superior, para a humanidade, a divina força da fé e da verdade.

Deus Pai foi quem ordenou, os santos as flechas lhe entregou; com as forças das sete flechas, Pai Sete Flechas me abençoou

Amém!"



Imagem em gesso do Caboclo Sete Fechas
Oração do Caboclo Sete Flechas

"Salve Zambi, Pai e Criador de todo o Universo! Salve Oxóssi, Rei da Mata e chefe de todos os Caboclos! 

Salve Seu Sete Flechas e sua falange guerreira! Sete Flechas, baixai sobre nós um jato da vossa divina luz, iluminando os nossos espíritos para que possamos entrar em comunicação com esta centelha de luz divina que emana das vossas sagradas flechas, defendendo e amparando-nos neste mundo terreno. 

Salve as sete flechas que vos foi dada, espiritualmente, para defender-nos de todas as provas que não nos vem de Zambi.

Bendito seja Oxóssi que vos o colocou sobre o vosso braço direito a flecha da saúde para que derrame sobre nós os bálsamos curadores; 

Bendito seja Ogum, que colocou sobre vosso braço esquerdo a flecha da defesa para que sejamos defendidos de todas as maldades materiais e espirituais; 

Bendito seja Xangô que vos cruzou uma flecha em vosso peito para defender-nos das injustiças da humanidade; 

Bendita seja a grande Mãe Yemanjá que colocou uma flecha em vossas costas para defender-nos das traições de nossos inimigos.

Bendito seja Oxalá que vos colocou uma flecha sobre vossa perna direita para cobrir os nossos caminhos materiais e a senda da espiritualidade, 

Bendita seja as Santas Almas que vos botou uma flecha sobre vossa perna esquerda, para lavar os nossos caminhos, iluminando os nossos espíritos e defendendo-nos de todas as forças contrárias à vontade de Deus,

Bendito seja os Ibejis que entregaram em vossas sagradas mãos a flecha do astral superior, para dar à humanidade a divina força da fé e da verdade. 

Zambi foi quem ordenou, os Orixás as flechas vos entregou. 

Com as forças das sete flechas, Seu Sete Flechas me abençoou!"

(Fonte-web:http://povodearuanda.wordpress.com/2007/09/10/Caboclos/)

Oração ao Caboclo Sete Flechas para pedir a cura

"Peço índio Sete Flechas e mentores espirituais, principalmente, os integrantes da corrente médica do espaço, que coloquem nesta água os fluidos astrais magnéticos 

(colocar um copo com agua para beber ao final da oração)

de que preciso para curar a doença existente em meu corpo físico. 

(dizer o nome da enfermidade)

Embora reconhecendo merecedor dessa moléstia, por culpa exclusivamente minha, devo tê-la criado em decorrência de imperfeição moral, fruto de condicionamento psíquico de outras vidas, ou consequência de excessos prejudiciais, consciente ou inconscientemente praticados nesta existência, por fraqueza ou ignorância espiritual em prazeres e extravagâncias mundanas. 

Sendo este meu pedido tido como um arrependimento sincero diante de Deus, pretendo, assim, a Sua benevolência e a consequente atenuação dos efeitos mórbidos, para, com mais saúde e vitalidade, procurar estar em harmonia com as leis divinas, das quais estive afastado pela incompreensão, perdoável, no entanto, pela Bondade do Criador.

Amém!"

(fonte-web:http://www.indioseteflexas.blogger.com.br/2005_03_01_archive.html)
____
Fonte: Com informações da Wikipédia (verbete Caboclos na Umbanda), web e folclore brasileiro de Umbanda - Imagens: Pataxós/Wikimedia Commons - Seu Sete Flechas/YouTube (snapshot) - Imagem do Caboclo Sete Flechas em gesso/Bazar pai João

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Preces e Orações para os Pretos-Velhos




"Preto Velho", OST, p/ Edmundo Migliaccio
Pretos velhos ou Pretos-velhos são entidades de umbanda, espíritos que se apresentam em corpo fluídico de velhos africanos que viveram nas senzalas, majoritariamente como escravos que morreram no tronco ou de velhice, e que adoram contar as histórias do tempo do cativeiro. São divindades purificadas de antigos escravos africanos. Sábios, ternos e pacientes, dão o amor, a fé e a esperança aos "seus filhos".

O preto velho, na Umbanda, está associado aos ancestrais africanos, assim como, por exemplo, o caboclo está associado aos índios e o baiano aos migrantes nordestinos.

São os mestres da sabedoria e da humildade. Através de suas várias experiências, em inúmeras vidas, entenderam que somente o amor constrói e une a todos, que a matéria nos permite existir e vivenciar fatos e sensações, mas que a mesma não existe por si só, nós é que a criamos para estas experiências, e que a realidade é o espírito. Com humildade, apesar de imensa sabedoria, nos auxiliam nesta busca, com conselhos e vibrações de amor incondicional. Também são mestres dos elementos da natureza, a qual utilizam em seus benzimentos.

Os Pretos Velhos incluem os Tios e Tias, Pais e Mães, Avôs e Avós todos com a forma do idoso, do senhor de idade, do escravo. Sua forma idosa representa a sabedoria, o conhecimento, a fé. A sua característica de ex-escravo passa a simplicidade, a humildade, a benevolência e a crença no “poder maior”, no Divino. A característica desta linha seria o conselho, a orientação aos consulentes devido a elevação espiritual de tais entidades, são como psicólogos, receitam auxílios, remédios e tratamentos caseiros para os males do corpo e da alma.

Os nomes de alguns Pretos Velhos comuns de que se tem notícia são Pai João, Pai Joaquim de Angola, Pai José de Angola, Pai Francisco, Vovó Maria Conga, Vovó Catarina, Vovô Miguel, Pai Jacó , Pai Benedito, Pai Anastácio, Pai Jorge, Pai Luís, Mãe Maria, Mãe Cambina, Mãe Sete Serras, Mãe Cristina, Mãe Mariana, Maria Conga, Vovó Rita, Vovó Joana, Dona Maria Redonda, Tio Antônio e Pai Maneco, dentre outros.


Prece

"Ensina-nos a ter a tua experiência milenar, a calma, a resignação,
a compreensão que muito necessitamos e que estejamos sempre contigo, assim como Jesus o tem na Santa Glória.

A ti, bondoso Preto-Velho, oferecemos esta prece, reafirmando nossa fé, nossa crença, e nossa esperança na tua força espiritual, sempre a serviço do bem.

Protege-nos querido Preto-velho que tanto sofreste, dá-nos a coragem que às vezes nos falta para poder prosseguir na nossa jornada, e algum dia tenhamos merecimento para receber as graças de Deus.

Que assim seja!"

Oração aos Pretos-velhos

"Preto Velho
Carreteiro de Oxalá
Bastão bendito de Zambi
Mensageiro de Obatalá
Meu pensamento eleva-se ao teu espírito e peço Agô.
Que tuas guias sejam o farol que norteie minha vida.
Que vossa pemba trace o caminho certo para todos os meus actos.
Que vossas palavras, tão cheias de compreensão e bondade, iluminem minha mente e meu coração.

Que teu cajado me ampare em meus tropeços.
Ontem te curvastes aos senhores...
Hoje, ajoelho-me aos teus pés pedindo que intercedas junto a Oxalá por mim e por todos que neste momento clamam por vós.
Maleme e paz sobre meu lar e que a luz divina de Obatalá se estenda pelo mundo.
E que o grito de todos os orixás sejam o sinal de vitória sobre todas as demandas de minha vida.
Maleme as almas.
Maleme para todos os meus inimigos, para que saiam do negrume da vingança.
E encontrem fonte fecunda e clara do amor e caridade.

Que assim seja!"

Oração dos Pretos-velhos

“Senhor, Nosso Pai, que sois o Poder, a Bondade, a Misericórdia, olhai por aqueles que acreditam em Vós e esperam por vossa bondade, poder e misericórdia.

Dá Pai, aos que vacilam ao Vosso Poder, na Vossa Misericórdia e Bondade, a clareza de pensamento e abri-lhes, Senhor, os olhos para que pratiquem sempre o bem, a caridade para com os outros dentro da humildade de Vossa Sabedoria, reconhecendo assim a Vossa Existência, Poder e Misericórdia, bem assim, o Vosso Reino.

Senhor, perdoa aqueles que a escuridão ainda não deixou ver, os erros cometidos na sua passagem terrena. Dá, Senhor, a eles que sofrem a luz de Seu imenso Amor e da Sua Sabedoria. Que a sua luz nos ilumine neste mundo e em outros que ainda desconhecemos, e em todos os lugares por onde passarmos nos proteja. 

Oh ! Meu Pai Santíssimo! A nós pecadores, aceita o nosso arrependimento dos erros que temos cometido. Pai, pela sua sagrada bondade e paixão, consenti que caminhe até vós pelo caminho da perfeição.

Dá Senhor, orientação perfeita no caminho da virtude, único caminho pelo qual devemos trilhar. Misericórdia aos nossos inimigos. Perdão a todos os nossos erros, e que Vossa Bondade não nos falte hoje e sempre… 

Amém!”

Oração de invocação e reverência aos Pretos-velhos

Ao Sagrado Princípio do Todo invocamos, do mais íntimo de nossa Consciência, em sinal de reverência à Verdade, ao Amor e à Virtude, propositado a cooperar junto às Legiões de Pretos Velhos, Índios, Hindus e Caboclos, para os serviços que são chamados a desempenhar na Ordem Doutrinária.

Ao Cristo apelamos, como Diretor Planetário e Senhor dos Sete Escalões em que se distribui a Humanidade Terrestre, composta de encarnados e desencarnados,
desejando oferecer colaboração eficiente, de caráter fraterno, em defesa da Verdade e da Justiça, contra aqueles que, contrariando os Sagrados Objetivos da vida, se entregam aos atos que contradizem a Lei de Deus. 

Conscientes da integridade da Justiça Divina, afirmamos a mais fiel e intensa observância dos Mandamentos da Lei, conforme o Divino Exemplo do Verbo Exemplar, para todos os efeitos invocativos. 

Acima de alternativas constituirá barreira contra o Mal, em qualquer sentido em que se apresente, venha de onde vier, seja contra quem for, conquanto que, em defesa da Verdade, do Bem e do Bom.

Conseqüentemente, que aos bondosos Pretos Velhos seja dado refletir, em seus trabalhos, os sábios e santos desígnios daqueles que, traduzindo a Divina Tutela do Cristo Planetário, assim determinarem das Altas Esferas da Vida. Que as legiões de Índios, simples, espontâneas e valorosas, sempre maravilhosamente ligadas à natureza exuberante, possam agir sob a direção benévola e rigorosa dos Altos Mentores da Vida Planetária. 

Lutando pela Ordem e pelo Bem, pelo progresso no seio do Amor, que tenham de Deus as graças devidas. Que às numerosas legiões de Hindus, profundamente  ligadas às mais remotas Civilizações do Planeta, formando portanto nas Altas Cortes da Hierarquia Terrestre, sejam concedidas pelo Senhor Planetário as devidas oportunidades, para que forcem, sustentem e imponham a Suprema Autoridade. 

Que nesta hora cíclica, em que a Terra transita de uma para outra Era, as Mentes humanas possam receber os eflúvios da Pureza e da Sabedoria, a fim de que sintam os Divinos Apelos do Cristo, em favor dos Santos Desígnios do Pai amantíssimo, que é a divinização de todos os filhos. 

Que as legiões de Caboclos, humildes e bondosos, tão ligadas aos que peregrinam a encarnação, para efeito de expiações, missões e provas, a todos possam envolver, proteger e sustentar, desde que se esforcem a bem da Moral, do Amor, da Revelação, da Sabedoria e da Virtude, pois que, fora dessa Ordem Doutrinária, não há Evangelho.

Que assim seja!"


Prece a Preto-velho para fazer um pedido

"Louvados sejam todos os pretos e pretas-velhos.
Louvados sejam vós que formais o santíssimo rosário da Virgem Maria.
Santas Almas Benditas, protetoras de todos aqueles que se encontram em aflição.

A vós recorremos espíritos puros pelos  sofrimentos, grandiosos pela humildade e bem aventurados pelo amor que irradiam, socorre-me pois encontro-me em aflição.

Concedam-me, meus bondosos pretos-velhos, a graça de (pede-se a graça que deseja alcançar) através da vossa intercessão junto a Santa Virgem Maria, santíssima mãe de Deus e de todos nós.

Dai-me meus pretos-velhos um pouco de vossa humildade, de vosso amor, e de vossa pureza de pensamentos, para que possa cumprir a minha missão na Terra, seguindo todos os vossos exemplos de bondade.

Louvadas sejam todas as Santas Almas Benditas. Tenham piedade de nós. 

Assim seja!"
____
Fonte: Com informações da Wikipédia, prece de autoria desconhecida e orações do folclore brasileiro de Umbanda - Imagem: "Preto Velho", óleo sobre tela, autoria de Edmundo Migliaccio (CC-BY-3.0)

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

Prece à Iemanjá




Odoyá Mãe Iemanjá! Saravá a Rainha do Mar!
Deusa das Águas e Rainha do Mar. Sincretizada com Nossa Senhora da Conceição, por haverem semelhanças, pois tanto Nossa Senhora da Conceição quanto Iemanjá possuem atributos de maternidade. 

Iemanjá é o Orixá feminino (Yabá) mais popular do Brasil, e um dos mais reverenciados, tida como mãe de vários Orixás. 

Iemanjá na Umbanda é conhecida como a Deusa das Águas e Rainha do Mar, seu nome possui derivação sobre sua origem africana, significando 'mãe cujo filho é peixe'.

Prece

"Oh! Iemanjá, Sereia do Mar
Canto doce, acalanto dos aflitos
Mãe do Mundo tenha piedade de nós
Benditas são as bençãos que vem do teu Reino
Meu coração e minha alma se abrem para receber as bênçãos de Iemanjá

Mãezinha querida, leve toda impureza, toda negatividade, todo feitiço, todo quebranto, toda magia ruim (peça para Iemanjá retirar tudo de mal) de minha aura para as profundezas do mar sagrado, de onde não terão mais poder sobre mim

Mãe que protege, que sustenta, que leva embora toda dor. Mãe dos Orixás, mãe que cuida e zela pelos seus filhos, e os filhos de seus filhos. Iemanjá, tua luz norteia meus pensamentos. Que tuas águas lavem minha cabeça, derramai sobre mim a vossa proteção, incutindo em meu coração o respeito e a veneração devida à força da natureza que simbolizas

Permiti que vossas falanges me protejam e amparem, assim o fazendo com toda a humanidade, nossa irmã. Faça isso por nós, minha querida mãezinha

Odoyá Iemanjá!"
____
Fonte: Prece enviada por Kate Thayla ao grupo "Umbandistas" do Facebook - Imagem: Luz de Umbanda

domingo, 21 de outubro de 2018

Oração à Cabocla Jurema da Praia




Ponto riscado da Cabocla Jurema 
Chefe da Linha de Oxóssi  a Cabocla Jurema é chefe de uma falange constituída de grandes entidades espirituais, puras que amparam os sofredores, utilizando o processo de passes-cura com ervas. Normalmente, a entidade chefe Cabocla Jurema, quando está trabalhando, atrai a vibração de todos as Caboclas Jurema, ou seja: Jurema da Cachoeira, Jurema da Praia, Jurema da Mata. etc. Em realidade acredita-se que as manifestações são todas são uma única vibração que trabalham com os ambientes da natureza. ex: lua, sol, mata, chuva, vento, etc. 

A vibração da Cabocla Jurema trabalha dentro da necessidade de cada pessoa, transmitindo coragem e energia. 

Tem sempre uma palavra de alento e conforto para aqueles que sofrem de enfermidades. Ela nos ensina a suportar as dificuldades e nos dá coragem para suportá-los. Em qualquer lugar onde você esteja, quando o desespero tomar conta e a coragem lhe faltar, chame pela Jurema e sentirá sua força amparando você. 

A Cabocla Jurema da Praia, tem ligação direta com as vibrações de Iemanjá e Xangô tendo sua irradiação ao Caboclo 7 Pedreiras. São espíritos femininos que se enquadram nesse arquétipo chegando em terra para manifestar a fé, amor, caridade,  sentido de geração e maternidade, acolhendo aflitos e necessitados com equilíbrio do mental e dos sentimentos.

Oração

"Minha querida Cabocla Jurema, oceano de bondade, manifestação suprema da fé e do amor de Deus para com seus filhos.
A praia é a sua morada, habitat onde renovamos nossas energias.
Irradie sempre sua Luz, em todas as direções, pois ela encontrará muitos corações necessitados, entre eles, o meu.
Creio na tua presença a cada nova aurora, marcante, definitiva, promovendo nosso encontro com a felicidade interior, e esta com a permanência assegurada em nosso ego, onde germinarão sementes de amor e paz, a partir de teu sim definitivo.
Ajudai-nos a ver as pedras em nossos caminhos como lições de vida, mas que possam ser vencidas uma a uma,, dia a dia, passo a passo, através da tua orientação.
Que cada amanhecer seja um novo recomeço e possa minha alma conduzir-se rumo à tua energia, óh Luz Divina!
Tuas palavras são marcas luminosas que preenchem as lacunas de meu coração.
Que nos momentos de solidão e cansaço seja merecedor de tua mão amiga, lembrando-me que tudo passa e se transforma quando a alma é grande e generosa.
Que no sono reparador minha alma voe contente, nas asas da espiritualidade consciente, para que eu possa perceber a ternura invisível tocando o centro de meu ser eterno.
Que a suave brisa de tua vibração me acompanhe, na terra ou no espaço, como uma inigualável força invisível espargindo fluidos de amor.
Querida Cabocla, presença Divina do inexplicável, transformai nossos dramas em luz, as tristezas em celebração e nossos passos cansados em dança renovadora.
O tempo se vai, mas algo sempre guardarei, a tua presença, que um dia encontrei… a sua força, a sua presença e a sua proteção!

Saravá a Cabocla Jurema da Praia!

Okê Cabocla!"

sábado, 20 de outubro de 2018

Salmo LVII: “A glória de Deus é fazer justiça”




Segurança em Deus. Hino de Davi. Ao regente do coro: com a melodia de “Não Destruas”.

Escrito por Davi quando fugiu de Saul na caverna. 

Leia e recite o Salmo 57 para: impedir a entrada de falsidades, mentiras, miséria, medos e dúvidas em sua vida. Este salmo atrai a justiça divina, criando uma poderosa defesa espiritual contra feitiços, animais ferozes, mordidas venenosas, corrupção e decadência moral. 

É um salmo muito poderoso no combate à corrupção, mal que afeta milhões e assola a humanidade nos roubando a herança comum deixada por Deus. 

Ore com fé e impeça a entrada de falsidades, mentiras, miséria, medos e dúvidas na sua vida, pois o Salmo 57 nos ajuda em situações difíceis quando precisamos fugir de violências onde sabemos que só Deus é nosso maior refúgio e fortaleza, é nele que devemos sempre depositar a nossa confiança e nossas esperanças.

Salmo 57

1. Compadece-te de mim, ó Deus, compadece-te de mim, pois em ti se refugia a minha alma; à sombra das tuas asas me refugiarei, até que passem as calamidades.

2. Clamarei ao Deus altíssimo, ao Deus que por mim tudo executa.

3. Ele do céu enviará seu auxílio , e me salvará, quando me ultrajar aquele que quer calçar-me aos pés. Deus enviará a sua misericórdia e a sua verdade.

4. Estou deitado no meio de leões; tenho que deitar-me no meio daqueles que respiram chamas, filhos dos homens, cujos dentes são lanças e flechas, e cuja língua é espada afiada.

5. Sê exaltado, ó Deus, acima dos céus; seja a tua glória sobre toda a terra.

6. Armaram um laço para os meus passos, a minha alma ficou abatida; cavaram uma cova diante de mim, mas foram eles que nela caíram.

7. Resoluto está o meu coração, ó Deus, resoluto está o meu coração; cantarei, sim, cantarei louvores.

8. Desperta, minha alma; despertai, alaúde e harpa; eu mesmo despertarei a aurora.

9. Louvar-te-ei, Senhor, entre os povos; cantar-te-ei louvores entre as nações.

10. Pois a tua benignidade é grande até os céus, e a tua verdade até as nuvens.

11. Sê exaltado, ó Deus, acima dos céus; e seja a tua glória sobre a terra.

____
Fonte: Bíblia Sagrada/Livro dos Salmos e folclore cristão - Vídeo:YouTube - Imagem: Divino Salmos (reprodução)

quarta-feira, 17 de outubro de 2018

O caminho para o Coração do Universo, por G. de Purucker




G. de Purucker
Gottfried de Purucker foi um teosofista, autor e líder da Sociedade Teosófica Pasadena de 1929/42. 

O pai de Purucker, um ministro anglicano, preparou seu filho para o futuro com a igreja por meio de treinamento extensivo em idiomas e estudos religiosos.

Seu legado inclui várias publicações, incluindo elucidações dos escritos de Helena Blavatsky. Vários trabalhos adicionais também foram publicados postumamente.

Façamos agora uma meditação com a leitura do texto a seguir, um guia para trilharmos o caminho que nos leva diretamente ao coração do Universo:

"Há uma fome em todo coração humano que nada pode satisfazer ou aplacar – uma fome por algo mais verdadeiro do que podem conceber os seres humanos comuns, uma fome pelo real, uma fome pelo sublime. É a saudade da alma, do espírito do homem. A fonte desse anseio é a saudade trazida pela lembrança de nossa morada espiritual, de onde viemos e em direção à qual estamos agora em nossa jornada de volta.

Os homens, inconscientemente, intuitivamente, sem que a mente-cérebro esteja consciente, sentem falta do indescritível, imortal, aquilo que traz indizível paz e um amor sem fronteiras!

Há um caminho de sabedoria e iluminação que começa, para cada ser humano, em alguma de suas encarnações, e que o leva para dentro de si mesmo, para seu coração, que também é o coração do Universo.

O caminho para o coração do Universo é um só, mas ainda assim diferente para cada ser humano. Isso quer dizer que cada ser humano é em si mesmo aquele caminho, que é construído na fábrica de seu próprio ser.

Há um caminho longo, que também é largo. É o caminho no qual você permite que a corrente natural da energia flua dentro de si mesmo, sem obstáculos, e seguindo este caminho você alcança a perfeição em seu devido tempo; mas é o caminho da evolução lenta, que segue pouco a pouco, através de idades incalculáveis.

Há um outro caminho, íngreme e espinhoso, difícil de seguir, mas que os Grandes Seres da raça humana têm trilhado. É o caminho rápido, mas difícil. É o caminho da autoconquista, o caminho de abandonar o ego em favor da Totalidade, o caminho onde o homem pessoal se torna o Buddha impessoal, o Cristo impessoal; o caminho no qual o amor por si mesmo é posto de lado, e todo seu ser se torna cheio de amor por todas as coisas. É um caminho difícil de seguir, pois é o caminho da iniciação.

A Divindade está em seu coração. É sua raiz. E você pode subir pelo caminho do Eu espiritual, passando véu após véu que obscurecem o Ser, até atingir a união com essa Divindade interior.

O primeiro passo no caminho para o coração do Universo é reconhecer que tudo vem de dentro. Todas as inspirações do gênio, todos os grandes pensamentos  que fizeram e desfizeram civilizações, todas as maravilhosas mensagens dos Grandes Seres da Terra para os seres humanos – tudo vem do interior.

Nesse caminho, você se dirige mais e mais para dentro, que é o mesmo que dizer mais e mais para cima, até unir-se a sua parentela – os deuses – que são os governadores do Universo, e dos quais os seres humanos são filhos.

No mais profundo de você há um deus, uma Divindade viva; e desta fonte divina flui para sua mente humana todas as coisas que tornam grandes os homens, todas as coisas que despertam o amor e a esperança, a inspiração e a aspiração, e o auto-sacrifício, que é a mais nobre de todas.

Em você mesmo estão todos os mistérios do Universo. Em seu Ser interior, você tem um caminho que leva ao coração do Universo. Se você caminhar neste estrada que leva sempre para dentro, se puder passar véu após véu do ego, cada vez mais profundo em si mesmo, penetrará cada vez mais nos assombrosos mistérios da natureza universal.

Conhecendo a si mesmo, você progride mais rapidamente que aqueles guiados pela evolução comum mediana; e quando essa marcha é acelerada ao máximo, há iniciações, que são na verdade atalhos, mas apenas para os que estão prontos para tais atalhos. O crescimento se realiza passo a passo.


Esta é a doutrina secreta do coração. A doutrina do olho é aquela que pode ser vista e é mais ou menos aberta.

Aqueles cujas faculdades e poderes estão operando conscientemente, cujas naturezas internas estão mais desenvolvidas, são os aptos, os neófitos, cujas naturezas estão se abrindo e que têm os ouvidos para ouvir e os olhos para ver o que se coloca diante deles.

Aqueles que têm a intuição de algo maior dentro de si, de algo esplêndido e grandioso, de algo que está crescendo dentro do coração e dentro da mente, como um botão de flor: esses são os que terão revelações; são os iniciados que estão se desenvolvendo em grandes videntes e sábios.

O homem é uma parte inseparável do Universo no qual vive, se move e tem seu ser. Não há separação entre suas raízes e as raízes do Universo. A mesma vida universal flui através de todas as coisas que existem. A mesma corrente de consciência  que flui  no poderoso Todo do Universo, flui também no homem, parte inseparável do Universo.

Como se deve levar a vida para avançar neste caminho? Um coração limpo, uma mente pura, um intelecto ansioso em conhecer, a busca para obter uma percepção espiritual: estes são os primeiros passos da escada de ouro. E este “viver a vida” nada tem a ver com o tolo ascetismo, torturas corporais e métodos autodestrutivos.

Para avançar espiritualmente não é necessário abandonar sua virilidade; o caminho para se fortalecer não é sendo um tolo; o caminho para obter a paz divina não é tornando-se um imbecil na Terra. O asceta está no caminho errado. Não se obtém os reinos do espírito vivendo meramente de batatas e cenouras, ou dormindo apenas uma hora por noite, ou deitando-se sobre uma cama de pregos.

Não mate sua personalidade. Ela é parte de você, a parte emocional e mental, sua mente inferior, sua parte passional, o trabalho evolucionário de muitas eras do passado. Eleve a personalidade. Purifique-a, treine-a, torne-a de acordo com sua vontade e pensamento, discipline-a, torne-a o templo de um deus vivo para que ela seja um veículo apropriado, um canal limpo para receber na consciência humana os raios da glória fluindo do deus interior.

Quando a personalidade se transfigurar, quando o eu pessoal se tornar mais ou menos capaz de manifestar o fluxo sublime do deus em seu interior, então você caminhará sobre a Terra como um deus humano, e agirá como um deus. Pois cada um é a representação sobre a Terra de seu próprio deus interior, e cada um expressa na esfera física o que sua evolução permite manifestar dessa essência divina.

Volte sua visão para dentro, não para fora. E isto não quer dizer que deva se tornar introspectivo e abandonar o mundo exterior. Não é esta a ideia. Você deve ver em ambas as direções. Mas não busque a verdade em nenhum lugar, exceto em seu interior.

É a mente-cérebro, cheia dos pensamentos do dia, cheia dos desejos de cada momento, cheia dos preconceitos e opiniões que são transitórios, que impede a visão da verdade.
Cada entidade é uma parte inseparável do infinito Todo, porque é seu filho, vida de sua vida, sangue de seu sangue, pensamento de seu pensamento.

Quando você se autoconhecer, nada o desviará mais do caminho, nada mudará o que você é no fundo do coração, pois a divindade estará lutando por você, a divindade carregará seus fardos.

Sobre os picos montanhosos do espírito, você verá o sol nascente. Entrará na luz e na liberdade. Não estará sujeito aos mandos de ninguém, não será controlado por ninguém, será um homem livre: livre no espírito, livre no intelecto, porque terá se tornado um com a natureza espiritual.

Quão maravilhosa, sagrada, sublime, inspiradora é esta verdade: que dentro de cada pessoa existe uma indizível fonte de força, sabedoria, amor, compaixão, perdão, pureza! Una-se a esta fonte de força; ela está em você, ninguém pode jamais tirá-la de você. Seu valor é maior que todos os tesouros do Universo, pois conhecendo-a, sendo ela, você é Tudo.

____
Fonte: Ensinamentos dos grandes mestres do Yoga. A essência da vida espiritual. Técnicas de meditação e concentração: O caminho para o Coração do Universo, por G. de Purucker (Web/reprodução) - Imagem: THEOSOPHY/G. de Purucker (reprodução) - Pixabay: "Fantasia, espaç o, star" (CC0)

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Oração pelas Eleições no Brasil



“Acima de tudo, recomendo que se façam preces, orações, súplicas, ações de graças por todos os homens, pelos reis e por todos os que estão constituídos em autoridade, para que possamos viver uma vida calma e tranquila, com toda piedade e honestidade” 
(I Tm 2,1-2)

As eleições definem o rumo  e o futuro do nosso país pelos próximos anos e fazem parte da democracia. 

Devemos exercer nossa cidadania também espiritualmente, orando e clamando aos Céus por um Brasil melhor, mais humano e mais justo, aonde se respeite a vida desde a concepção e em todas as suas manifestações. Não desperdice seu poder de voto! A fé é o instrumento necessário para tomarmos uma atitude espiritual em relação a essas situações que nos envolvem, a nós e a nossa pátria. 

“A política é uma das formas mais elevadas da caridade, porque busca o bem comum.” 
- Papa Francisco

Rezemos por nosso país! 

"Senhor Deus, queremos ser iluminados pela fé e pelo amor na hora de votar. Queremos pensar o Brasil e as escolhas que faremos nas urnas. Nós sabemos que a politica é uma das formas mais altas de caridade porque busca o bem comum. Por isso, em nome de Jesus, vos pedimos: Enviai o Espírito Santo, para nos dar discernimento e inteligência, por que queremos:

- Escolher candidatos comprometidos com o respeito e a proteção da vida humana, desde a concepção até seu declínio natural;
- Votar em políticos comprometidos com os valores do evangelho, da Família e do bem comum;
- Eleger representantes comprometidos com a ética, com a defesa do direito dos pobres e injustiçados, e que se posicionem sempre contra a corrupção;
- Pelo voto consciente, escolher servidores para o Executivo e para o Legislativo, que amem o Povo, que sejam limpos, honestos e transparentes.

Sabemos que nosso voto deverá contribuir para a construção de um Brasil justo e fraterno, marcado pela igualdade, dignidade e justiça social. 

Senhora Aparecida, velai por nossas escolhas e por nossa Pátria! 

Amém!"
____
Fonte: Oração: Blog Canção Nova (web - reprodução) - Imagem: Rede Carismática Católica do Brasil (divulgação)

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Orações à Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil




A Imagem de Nsa. Sra. Aparecida (Foto: Jaqueline Moia)
12 de outubro: 

O rio Paraíba, que nasce em São Paulo e deságua no litoral fluminense, era limpo e piscoso em 1717, quando os pescadores Domingos Garcia, Felipe Pedroso e João Alves resgataram a imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida de suas águas. 

Os pescadores estavam encarregados de conseguir peixes para garantir o almoço do conde de Assumar, então governador da província de São Paulo, que visitava a Vila de Guaratinguetá. 

Domingos, Felipe e João subiam o rio e lançavam as redes sem muito sucesso próximo ao porto de Itaguaçu, até que recolheram o corpo da imagem da Nossa Senhora.

Na segunda tentativa, trouxeram a cabeça e, a partir desse momento, os peixes pareciam brotar ao redor do barco. Durante 15 anos, Pedroso ficou com a imagem da Nossa Senhora Aparecida em sua casa, onde recebia várias pessoas para rezas e novenas.

Mais tarde, a família construiu um oratório para a imagem, até que em 1735, o vigário de Guaratinguetá erigiu uma capela no alto do Morro dos Coqueiros. Como o número de fiéis fosse cada vez maior, teve início em 1834 a construção da chamada Basílica Velha.

O ano de 1928 marcou a passagem do povoado nascido ao redor do Morro dos Coqueiros a município e, um ano depois, o papa Pio XI proclamava Nossa Senhora como Rainha do Brasil e sua padroeira oficial. A necessidade de um local maior para os romeiros era inevitável e em 1955 teve início a construção da Basílica Nova, que em tamanho só perde para a de São Pedro, no Vaticano.

O arquiteto Benedito Calixto idealizou um edifício em forma de cruz grega, com 173m de comprimento por 168m de largura; as naves com 40m e a cúpula com 70m de altura, capaz de abrigar 45 mil pessoas. Os 272 mil metros quadrados de estacionamento comportam 4 mil ônibus e 6 mil carros.Tudo isso para atender cerca de 7 milhões de romeiros por ano.

Visão panorâmica do exterior da basílica de Nossa Senhora Aparecida (Foto: Ben Tavener)


Oração de Nossa Senhora Aparecida para o Brasil

"Senhora Aparecida, o Brasil é vosso Rainha do Brasil,
abençoai a nossa gente. Tende compaixão do vosso povo
Socorrei os pobres, consolai os aflitos,
iluminai os que não têm fé, convertei os pecadores
curai os nossos enfermos, protegei as criancinhas
lembrai-vos dos nossos parentes e benfeitores
guiai a mocidade, guardai nossas famílias

Visitais os encarcerados, norteai os navegantes
ajudai os operários, orientai o nosso Clero
assisti os nossos bispos, conservai o Santo Padre
defendei a Santa Igreja, esclarecei o nosso Governo
ouvi os que estão presentes, não vos esqueçais dos ausentes

Paz ao nosso povo, tranquilidade para a nossa terra,
prosperidade para o Brasil, salvação a nossa Pátria
Senhora Aparecida, o Brasil vos ama, o Brasil em vós confia
Senhora Aparecida, o Brasil tudo espera de vós
Senhora Aparecida, o Brasil vos aclama
Salve, Rainha

Amém!"

Oração à Nossa Senhora Aparecida para as crianças

"Ó Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe santíssima,
abençoai as nossas crianças, que vos são confiadas.
Guardai-as com cuidado maternal,
para que nenhuma delas se perca.

Defendei-as contra as ciladas do inimigo
e contra os escândalos do mundo,
para que sejam sempre humildes, mansas e puras.

Ó Mãe nossa, Mãe de misericórdia,
rogai por nós e, depois desta vida,
mostrai-nos Jesus, bendito fruto do vosso ventre.
Ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre virgem Maria.

Amém!"

Oração à Nossa Senhora Aparecida para o perdão

"Diante das dúvidas sobre ti,
respondeste com o perdão.
Diante da perseguição e das muitas murmurações,
respondeste com o perdão.
Diante da insídia e da ímpia ofensa,
respondeste com o perdão.

Diante da infâmia da conspiração contra o Justo,
respondeste com o perdão.
Diante da traição e da dor que esta traz,
respondeste com o perdão.

Mãe de Misericórdia, teu coração bondoso
transborda de clemência, por isso te imploro
que me obtenhas o perdão pelos muitos males que fiz,
e também, ó Mãe, ensina-me a perdoar como Tu,
que, diante de tantos males que te fizeram,
inclusive arrebatar do teu lado teu divino Filho
sempre respondeste com o mais magnânimo perdão.

Amém!"


Oração à Nossa Senhora Aparecida para proteção

"Ó Incomparável Senhora da Conceição Aparecida,
Mãe de Deus, Rainha dos Anjos, Advogada dos Pecadores,
Refúgio e Consolação dos Aflitos,
livrai-nos de tudo o que possa ofender-vos
e a vosso Santíssimo Filho,
meu Redentor e Querido Jesus Cristo.

Virgem bendita dê protecção a mim e a minha família
das doenças, da fome, assalto,
raios e outros perigos que possam nos atingir.
Soberana Senhora dirige-nos em todos os negócios
Espirituais e Temporais. Livrai-nos das tentações

do demônio para que trilhando o caminho da virtude,
pelos merecimentos de vossa puríssima Virgindade
e o preciosíssimo sangue de vosso Filho,
vos possamos ver, amar, e gozar da eterna glória,
por todos os séculos.

Amém!"

Oração para fazer um pedido a Nossa Senhora Aparecida 

"Querida Mãe Nossa Senhora Aparecida, 
Vós que nos amais e nos guiais todos os dias, 
Vós que sois a mais bela das mães 
a quem eu amo de todo meu coração, 
eu vos peço mais uma vez
que me ajudeis a alcançar uma graça; 
e por mais difícil que seja, (pede-se a graça)
sei que me ajudará 
e acompanhará sempre 
até à hora da minha morte

Amém!"

Oração à Nossa Senhora Aparecida para fartura

"Senhora Aparecida, Virgem das mãos postas
e do sorriso compassivo, intercedei por nós
junto ao vosso filho Jesus, para que não falte a ninguém
o pão de cada dia, nem a paz e a harmonia.

Amém!

Rezar 1 Pai-Nosso, 3 Ave-Maria e 3 Glória-Ao-Pai

🇧🇷NOSSA SENHORA APARECIDA, MÃE DE DEUS, ROGAI POR NÓS, AMÉM!🇧🇷

terça-feira, 9 de outubro de 2018

Os Bons Espíritos





"Jamais os bons Espíritos foram instigadores do mal; jamais aconselharam ou legitimaram o assassínio e a violência; jamais excitaram o ódio dos partidos, nem a sede de riquezas e honrarias, nem a avidez dos bens terrenos. 

Somente os que são bons, humanos e benevolentes para com todos, são os seus preferidos, como são também os preferidos de Jesus, porque seguem a rota indicada para levar a Ele."


(Santo Agostinho, último parágrafo da conclusão de "O Livro dos Espíritos", de Allan Kardec)

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Novena de Santa Marta ✝︎ Para pedir uma graça





Santa Marta, Rogai Por Nós
Santa Marta é irmã de Lázaro e de Maria de Bethany (Maria Madalena), da aldeia de Betânia. É conhecida como a padroeira do lar, das cozinheiras, donas de casa, faxineiras, casas de hóspedes, hoteleiros, lavadeiras e das irmãs de caridade. Marta foi uma das mulheres que acompanharam Jesus Cristo no calvário e na ressurreição.

"Fizeram-lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia, e Lázaro era um dos que estavam à mesa com ele"
(João 12:2)

O nome Marta é uma transliteração do grego Μαρθα, que já é uma tradução do aramaico מַרְתָּא, que significa "mestra" ou "a senhora". 

Marta foi a única a procurar jesus quando seu irmão morreu, pois tinha uma fé inabalável que seu irmão Lázaro iria viver novamente pelas mãos de Cristo (Jo 11:1-45)É a ela que Jesus disse, como narra o Evangelho de São Lucas (10, 41-42): “Marta, Marta, te preocupas e te agitas por muitas coisas; e há necessidade de poucas, ou melhor, de uma apenas. Maria escolheu a melhor parte, que não lhe será tirada”.

Segundo a tradição, a santa ainda é chamada de a protetora contra as falsas preocupações e superstições. No Brasil, de acordo com a tradição do folclore católico, ela age contra mau olhado e inveja.

Novena para pedir uma graça à Santa Marta

(Faz-se durante nove terças-feiras, com uma vela acesa*)

"Ó, gloriosa Santa Marta, entrego-me confiante em vossas mãos, esperando o vosso amparo. Acolhei-me sob a vossa proteção, consolai-me nos meus sofrimentos. Em prova do meu afeto e devoção, ofereço-vos esta luz, que acenderei todas as terças-feiras desta novena.

Pela felicidade que tivestes em hospedar em vossa casa o Divino Salvador do mundo, consolai-me em minhas penas. Intercedei hoje por mim e por minha família, para que tenhamos o auxílio de Deus Todo Poderoso nas dificuldades da nossa vida.

Suplico-vos, gloriosa santa, que em vossa grande bondade, me concedais a graça que ardentemente vos peço e que tanto preciso (faça agora seu pedido.........)

Rogo-vos que me ajudeis a vencer todos os obstáculos que se apresentarem em meu caminho, com a mesma serenidade e fortaleza que vós tivestes ao transpassar o dragão que tendes aos vossos pés.

Amém, Jesus!"

(Rezar 1 Pai-Nosso, 1 Ave-Maria e 1 Glória ao Pai)

____
*Acenda a vela, reze, depois apague a vela para usar na próxima terça-feirada novena. Sempre se apaga vela de fé, que a gente usa pra rezar, com os dedos - umedece eles antes com um pouco de saliva pra não se queimar e aperta o pavio, apagando a chama -, nunca assopre que é falta de respeito. Na última terça-feira da novena deixe a vela que você usou durante as nove taças-feiras da novena queimar até o final. Sempre que acender uma vela em casa tenha um copo de água do lado. No mais sempre tenha muito cuidado com velas, elas podem provocar incêndios