Translate

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Oração de Oxalá às 7 Linhas




Pai, fazei de mim um instrumento da Vossa real criação...
Onde tantos fecham os olhos para o bem, que eu abra meu coração para acolher
Onde a vida perdeu o sentido, que através da minha fé eu leve o sentido de viver
Onde haja doença, que eu leve a vibração de saúde de Oxóssi
Onde haja desespero que eu leve a a placidez das Águas de Oxum
Onde houver desânimo, que leve a determinação e tenacidade de Ogum
Onde houver injustiça, que eu leve o discernimento e a justiça de Xangô
Onde tantos me pedem um milagre, que eu seja a humildade do Preto Velho
Onde tantos estão sempre distantes, que eu possa me fazer sempre presente
Onde tantos sofrem de solidão, que eu seja a pureza de Ibejada, espalhando a alegria
Onde tantos morrem na matéria que passa, que o Sr. Omulu me abençoe com sua vibração, geradora permanente de vida
Onde tantos olham para a terra, que eu seja um espelho de Aruanda, a refletir a sua Luz!

Recebi esta bela oração de Tania Jandira R. Ferreira, através da RBU, Rede Brasileira de Umbanda, em 07/10/2009.

Saudações fraternas e Axé!



Um comentário:

Ronald Stresser Jr. disse...

em tempo:

e onde houver ignorância que eu leve o conhecimento!

Saravás!