Translate this blog

sábado, 23 de setembro de 2017

E se o mundo acabar na primavera?



por Robson Madredeus Carvalho (Terapeuta Holístico)*

Esse textão é para tentar esclarecer alguns fenómenos que vêm ocorrendo na esfera mundial e internamente com muitas pessoas e podem estar relacionados com os ciclos naturais de nosso planeta. Tem gente achando que ta enlouquecendo e na verdade é só a primavera chegando... 22 de setembro, acontece no hemisfério sul um dos mais fortes e belos eventos da natureza, o equinócio de primavera, que pelas tradições germânicas é chamado de Ostara, o festival da deusa homônima também conhecida como Eostre. Em Ostara se encerram os mistérios da ressurreição e da fertilidade na própria natureza representados pelo símbolo do ovo (renascimento) e do coelho (fertilidade).

Os equinócios são os períodos de transformação da terra. A Primavera é então o início do período fértil, neste dia abrem-se portais por onde entram as mais diferentes espécies de espíritos, dos mais diferentes mundos para louvar, bendizer e auxiliar na grande magia da nova estação. Toda a natureza então pulsa sensualidade, beleza, desejo, criatividade e os corpos vão gradativamente aquecendo-se e flexibilizando-se para estarem nus e livres no auge do verão. No hemisfério norte a data converge com a páscoa cristã e o ano novo astrológico.

Desde a aproximação deste equinócio algumas pessoas têm me procurado para falar de seus processos pessoais que tem se fortificado neste período, além de tudo que podemos acompanhar nos noticiários. No dia 20, quando os portais de Ostara começam a abrir para o equinócio, aconteceram três grandes terremotos em diferentes continentes. 

Recentemente furacões vem varrendo parte da América e na verdade sou bem desinformado disso tudo mas muitas coisas chegam através de sonhos e visões que consigo compartilhar com alguns amigos bruxos e clarividentes e que se confirmam: nosso planeta passa por grandes transformações vibracionais. A abertura de um portal sazonal como este do dia 22/09 potencializa muitos dos processos, pois ao mesmo tempo que entram muitos seres para auxiliar outros vem para atrapalhar. É sem dúvida um momento de grande força.

Como somos parte deste corpo-terra somos inevitavelmente afetados por suas transformações, algumas pessoas especialmente sentem essas alterações e a finalidade deste texto é principalmente ajudar essas pessoas a entenderem que não estão ficando malucas mas simplesmente sentindo as frequências novas que chegam e como podem agir neste momento.

O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM A TERRA?

Muitos dizem que ela vai acabar (existe uma maliciosa mentalidade apocalíptica que se utiliza do temor gerado por essas teorias para manipular as pessoas, muito cuidado), um dia irá mesmo e não faz diferença se sabemos ou não quando será, não poderemos fazer nada. Em termos vibracionais e entendendo este planeta como um corpo que tem vórtices energéticos, sangue, órgãos etc podemos ver que ela anda doente. Mas já esteve muito mais e assim como nosso corpo a Terra tem seu sistema imunológico e pode curar-se sozinha, é mais ou menos isso que vem acontecendo.

Os ciclos e transformações da terra são marcados pela Roda do Ano ou as estações e assim como existem ciclos menores como as semanas e meses existem alguns maiores, bem maiores. Cada ciclo gera transformações em algum nível. Neste momento ocorre uma mudança de frequência num grande ciclo, difícil de definir pois a humanidade não pode ainda calcular com precisão seu tempo e sua circunferência, restando apenas suposições para tal. Este grande ciclo que se conclui envolve transformações além do que nossa inteligência é capaz de compreender “um minuto para deus é um milênio para nós.” 

É como se estivesse acontecendo um grande equinócio de uma estação que só muda a cada 15 ou 20 mil anos e assim como o ciclo é mais demorado a intensidade de cada sintoma também, quando um pequeno ciclo ocorre dentro deste maior, imagine o que causa... Se na nossa primavera nascem flores, na primavera das galáxias nascem planetas, nebulosas e outros corpos que não identificamos ainda. Imagine quantas células morrem por segundo e quantos segundos existem em toda sua vida. Você é uma célula no meio do universo. E talvez menos que isso...

Então até aqui acredito que deu para entender que se a Terra está acabando ou não, tanto faz, mas existem muitos ciclos além do que colocamos no calendário e por mais que ignoremos eles, participamos deles.


COMO ISSO TUDO NOS AFETA?

Das mais diversas formas, uma delas seria realmente o fim do mundo, mas pessoalmente acho que não será dessa vez. A natureza é extremamente sincrônica e cada evento natural, físico, orgânico está relacionado com fenômenos mentais, espirituais e outras coisas mais que não somos capazes de acessar. Por isso nossos sábios ancestrais conseguiram perceber relações entre fenômenos místicos e naturais, como a entrada da primavera ou do outono e determinadas revelações de cunho espiritual que acabaram se tornando rituais que são celebrados até hoje como o Natal e a Páscoa. 

Ocorre que quando um pequeno ciclo converge com um grande ciclo tudo se potencializa e alguns indivíduos mais antenados e sensíveis podem sentir de forma especial, pois vai mexer com seu estado emocional, mental e físico e para piorar tudo ele vai ver coisas semelhantes acontecendo no mundo a sua volta como desastres naturais, crises políticas, ideológicas etc.

QUE SINTOMAS SÃO ESTES ENTÃO?

Diversos, mas basicamente ocorre uma alteração nos vórtices energéticos do indivíduo (ou chacras) e isso pode provocar determinadas sensações físicas, ansiedade, inquietação, premunições, sonhos alarmantes e muito mais. 

Tentarei explicar possíveis sintomas que estão relacionados com o equinócio de primavera em consonância com os grandes ciclos (vou chamar assim) da galáxia. 

Os ciclos sazonais da Terra são mais físicos e alteram questões como nosso apetite sexual e de alimento, por exemplo tendemos a ficar mais preguiçosos e doentes no inverno e mais agitados e cheios de energia nas estações quentes. A primavera impulsiona um lado criativo intenso que pode nos deixar ansiosos, com insônia ou até irritadiços pois ficamos cheios de energia que precisa ser despejada de alguma forma. Para que a energia mórbida do inverno saia mesmo podemos correr o risco de ficar irritadiços, achando que as coisas não estão no ritmo que precisamos, pessoas competitivas tendem a ficar ainda mais e nem preciso falar da libido né? 

Num nível cósmico essas alterações mexem muito mais com o subconsciente e a sombra do indivíduo e atuam numa esfera espiritual, ou seja, se por um lado seus vórtices (ou chacras) abrem-se para receber novas frequências e informações que chegam do futuro (é isso mesmo) o que facilita o contato com divindades, a canalização de dons, profecia etc isso tudo remexe um lodo que estava quieto no fundo das pessoas e desperta demônios adormecidos (observem a política). Talentos incríveis podem ser acessados mas cada talento tem um Troll de guardião.

OS SINTOMAS E POSSÍVEIS MOTIVOS

Relatarei aqui os sintomas mais comuns e seus possíveis motivos, atente-se para o fato de que você passar a perceber não faz da coisa uma novidade:

Calor, sensibilidade ou dor na região entre os ombros e a cervical, especialmente na clavícula: nesta região entram energias que não foram convidadas, o incômodo é fruto de alguma carga psíquica, muito comum ocorrer quando existe algo de traiçoeiro sendo planejado pelas costas da pessoa.

Pontadas no estômago e diafragma: essa é a região do plexo e isso pode ser um sintoma de ataque energético.

Angústia e tristeza sem motivos: sobrecarga do centro cardíaco.

Sensação de peso ou dor na região entre o ventre e o cóccix: contato com energias densas e pesadas, normalmente estão no ambiente.

Pressão no centro da cabeça e testa (entre as sobrancelhas): é abertura dos vórtices coronários e da visão, este é um sintoma de canalização, normalmente indica que seres de planos espirituais estão entrando em contato, deve-se atentar com os locais onde anda pois pode absorver energias do ambiente e isso pode gerar confusões mentais.

Dores de cabeça e enxaquecas: isso costuma ocorrer quando grandes quantidades de energias e/ou informações são captadas pelo centro coronário, ela trava no cérebro e não consegue circular, o mesmo acelera seu ritmo para fazer a energia circular pelo corpo mas por conta de algum bloqueio do canalizador isso não ocorre. 

Os fatores que levam a isso podem ser desde interferência externa como um uso abusivo dos centros energéticos das têmporas, onde se concentram nossa capacidade julgar e analisar racionalmente. Quem julga muito impede o fluxo de energia. Outro motivo comum é não conseguir trazer a informação para o centro cardíaco, tentando mantê-la somente como uma ideia mental excluindo a experiencia sentimental.


Calor nas mãos e na região do coração: energias de cura estão passando por você.

Pressão no timo: contato com guias e mestres espirituais, muito comum em pessoas com mediunidade muito desenvolvida. Espíritos ancestrais e mestres espirituais usam este centro para se comunicar com seus orientandos, é como se estivessem batendo a porta.

Ansiedade, medo e raiva sem motivo aparente: tem relação com memórias sentimentais que saem do inconsciente e mesmo sem ser compreendidas no nível consciente nos levam a revive-las, é aquele lodinho lá do fundo que tá sendo remexido.

Desejo sexual fora do comum: energia criativa se expandindo, práticas artesanais, exercícios físicos e trabalhos artísticos ajudam a equilibrar, sempre que possível eleve a energia para o coração.

Perda do apetite: pode ser pouca circulação dos vórtices baixos, do plexo para baixo, e muita concentração de energia na cabeça, normalmente a pessoa tem uma mente expansiva. Procure comer alimentos leves e verdes, coma raízes. Ficar sem se alimentar é arriscado.

Perda do sono: Seu corpo vai se enchendo de energia e você fica tão intenso e criativo que não consegue dormir. Entregue essa energia para a terra, faça atividade física, coma alimentos com ferro como feijão preto e lentilha e tome chás calmantes. Ficar sem dormir é arriscado também.

Sensação de que está surtando: algumas pessoas se sentem tão conectadas com tudo, tão antenadas que acham que estão surtando, são sensações meio paranormais, insights loucos, um brilho especial em tudo, se você acha que pode estar surtando já é um bom sinal pois quem surta mesmo demora a entender isso. Coma raízes, evite café, chocolate e estimulantes mentais. Evite cigarro e fumígenos em geral. Coma alimentos germinados, pratique exercícios, coma frutas e mantenha contanto com a terra e a natureza. Atente-se ao ego, ouvir mais que falar, você não é um ser de luz, não é um mensageiro de deus nenhum é só mais um canal como milhões no mundo.

Sensação de que não está no seu corpo: e realmente não deve estar, algumas pessoas começam a vibrar meio distantes do corpo físico, daí a sensação que tudo brilha etc e tal. Neste caso deve procurar sentir o próprio corpo, especialmente os pés, observe as sensações do corpo e se sentirá voltando para ele.

Sensação que ouve os pensamentos das pessoas: pode de fato ser isso, mas muito cuidado, a telepatia é um campo muito sutil e confunde até telepatas experientes, não responda perguntas e não queira discutir sentimentos que não foram expressados verbalmente, nem julgue as pessoas baseado em conclusões abstratas, isso é loucura, se te afeta é problema individual seu, trabalhe-se. Mas claro, confie na sua intuição, sendo cauteloso com as delusões, apenas guarde para si.

COMO TIRO PROVEITO DESSA BAGAÇA TODA?

Na real tudo isso são dons se manifestando e para o planeta muitos ajustes acontecendo. Para conseguir se alinhar bem com estes portais conecte-se, atente-se com sua espiritualidade, viva ela no corpo. Procure o auxílio de pessoas experientes, medite, conecte-se com a terra, honre seus deuses e ancestrais, cante, dance para eles e para a natureza. Visite uma mata se possível, tome um banho de rio ou cachoeira, colha flores, desenvolva sua criatividade, ame, faça amor, liberte-se, abra-se, humilde-se para a força da natureza e permita-se ser um canal das novas frequências que chegam para curar este planeta adoecido.

Tome banho de ervas perfumadas, carregue cristais consigo, construa seu próprio altar, escreva poemas para os que ama, para os que crê, para que os que vieram antes de você, componha uma canção que só os deuses lhe ouvirão cantar, consagre seus objetos, colha uma pena que achar pelo caminho e agradeça a ave que deixou ali, aprenda com os pequeninos da natureza, respeite todos os seres, ouça as pedras, aprenda com as árvores, sinta a vibração da terra, anote seus sonhos, ofereça flores, cozinhe para você mesmo, exercite-se, alimente-se bem de corpo e mente, evite locais que não lhe fazem bem e procure entender porque não lhe fazem bem, sinta-se parte do universo, converse internamente com ele, console a natureza, acaricie a terra, peça perdão, perdoe, ame, faça mais amor e dance. 

Ao fazer tudo isso seja levemente racional. Se o mundo acabar amanhã, você fez o melhor que pôde, se não acabar, você com certeza vai trabalhar mais feliz na segunda-feira.

Heill Eostre! Feliz Primavera!

Imagem intitulada "mother nature" retirada do google, autor desconhecido.
Fonte: * Robson Madredeus Carvalho, via Facebook


segunda-feira, 18 de setembro de 2017

23 de Setembro de 2017, o fim da era das trevas



 O alinhamento de 23 de Setembro de 2017
Dia 23 próximo marcará a chegada de duas estações em duas parte do globo: o equinócio de primavera, no hemisfério sul e o equinócio de outono, no hemisfério norte. E uma curiosidade interessante sobre esse equinócio é que as noites e os dias terão a mesma duração, 12 horas. 

No mesmo dia também acontecerá um alinhamento entre 4 planetas, a Lua, o Sol, e mais 6 estrelas na constelação de Leão, incluindo a estrela Regulus. Estarão, portanto, alinhados em nosso sistema solar: Vênus, Marte, Mercúrio, o Sol, Júpiter e a Lua.

Este evento, segundo místicos e profetas da Nova Era, deve abrir um grande portal em nosso sistema solar. Haverá um enorme influxo de energia, abrangendo toda atmosfera solar. Essa energia, que será gerada em larga escala pelo alinhamento, vai dar impulso à transformação global em nosso orbe terrestre. Espalhou-se na internet, bem como em algumas correntes místicas e religiosas de que se trata do Apocalipse.

Em Apocalipse 12, na Bíblia, nós temos a seguinte profecia dada por João:

“E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida de sol, tendo a lua debaixo dos pés e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça. E estava grávida e com dores de parto e gritava com ânsias de dar à luz. E viu-se outro sinal no céu, e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres e, sobre as cabeças sete diademas. E a sua calda levou após si a terça parte das estrelas do céu e lançou sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho. E deu à luz um filho, um varão, que há de reger todas as nações com vara de ferro; e seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono.”


Entretanto o verdadeiro significado do Apocalipse, seria não o do fim do mundo, mas sim o final de uma era de trevas, o fim de uma era marcada pela ignorância, para o nascimento de um Novo Mundo. As grandes quantidades de energia podem ser sentidas fisicamente pela maioria das pessoas; somadas as altas cargas de fótons registradas em nosso sistema solar, estas forças estão impulsionando toda humanidade a um novo despertar, a buscar uma nova Consciência.

É como se raios de Luz começassem a rasgar uma escuridão que durou por éons. É o raiar de uma Nova Aurora no Planeta Terra. As poderosas energias que se irradiam sobre toda humanidade são bençãos dos Céus, do Alto, das Esferas Superiores, para nosso orbe: o início de uma Era de Luz.

Em nosso Planeta irão permanecer apenas as Almas que buscam a evolução, a melhora, sintonizadas com o progresso e a a elevação. Espíritos que permanecem apáticos, almas enraizadas no egoísmo, nos sentidos inferiores, na materialização exacerbada, na prática do mal, não mais irão reencarnar na Terra, sendo direcionadas a outra esfera, de expiação, condizente com sua condição. 

Essa esfera, interdimensional, é conhecida por muitos como Nibiru, ou Planeta X, dentre outras denominações, e cruzou, em outro plano dimensional, com a órbita terrestre no início da Era de Aquário. Este planeta invisível, de esfera inferior, está tragando almas que não buscaram a evolução na Terra, isto para que outras, evoluídas e de esferas superiores possam continuar a chegar e aqui encarnar.

A Terra finalmente deixa de ser um Planeta de provas e expiações e passa finalmente a um grau mais elevado, de regeneração sustentável, tanto para as almas encarnadas quanto às desencarnadas que aqui permanecerem. Resumindo, não teremos fim do mundo no dia 23 e sim o início de novos tempos, de Glória para todo Sistema Solar. 

A Terra nos abraça a todos e nos convida a entrarmos com ela em um Novo Tempo Planetário. Se queremos testemunhar e usufruir desta Nova Era, o momento é de amar! É momento do bem reinar! Estamos dando um grande salto evolutivo nesta primavera astral.  A humanidade está sendo fortemente irradiada pela Luz do Cristo. Vivemos a Era de Aquários, aproveitemos! Axé!

Leia também:
E se o mundo acabar na primavera?

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Armadilhas no Caminho Espiritual



por Dr. Joshua David Stone 

"Nas minhas viagens pela vida como ser espiritual, psicólogo espiritualista e discípulo do caminho, tomei consciência de muitas das armadilhas e ciladas que se encontram no caminho espiritual. 

Considero-me até especialista no assunto, pois tive a experiência de cair na maioria delas. 

Recomendo, convicto, a meditação sobre a lista que apresento a seguir. Embora breve em palavras, é profunda em intuições. O meu propósito ao partilhar estas situações é poupar, ao maior número de pessoas possível, ... sofrimento desnecessário, carma negativo e os atrasos no caminho da ascensão, provocados pelo desconhecimento e pela ignorância. 

O caminho espiritual é bastante fácil num plano e incrivelmente complicado em outro. O ego negativo e as forças das trevas espalham sedução e apegos, imensos complexos e ardilosos desafios em cada passo do Caminho. Cometer erros e cair nessas armadilhas é normal.

"A minha preocupação é evitar que as pessoas que buscam o seu Caminho, fiquem enredadas nas ciladas por longos períodos, ou mesmo vidas inteiras."

Recomendado para você


Eis, então, as armadilhas e as ciladas mais comuns:

👉Amar os outros, mas não a si mesmo.
👉Não reconhecer o ego negativo como fonte de todos os problemas.
👉Concentrar-se em Deus, mas deixar de integrar e educar de modo correto, a sua criança interior.
👉Comer incorretamente e não fazer exercícios físicos suficientes, o que resulta em doença física e limitação nos outros níveis.
👉Mergulhar profundamente na vida espiritual mas não reconhecer o plano psicológico, que precisa ser compreendido e dominado.
👉Desejos, desejos e mais desejos materiais.
👉Desligar-se demais das coisas da Terra, o que prejudica o corpo físico.
👉Tentar escapar da Terra, em vez de criar o Céu na Terra.
👉Não perceber que você é a causa de tudo.
👉Servir os outros totalmente, antes de se tornar auto-realizado dentro de si mesmo.
👉Abandonar as práticas e estudos espirituais quando se envolve num relacionamento.
👉Dar prioridade a um relacionamento, em detrimento do si e do seu processo interno. Essa é outra armadilha traiçoeira.
👉Esperar que Deus e os mestres ascensionados resolvam todos os seus problemas.
👉Viver no piloto automático e relaxar a vigilância.
👉Entregar o seu poder a entidades que se possam comunicar consigo.
👉Ler demais e não meditar o bastante.
👉Deixar que a sexualidade o domine, em vez de dominá-la.
👉Identificar-se excessivamente com seu corpo mental ou emocional, sem atingir o equilíbrio.
👉Pensar que precisa ser um canal para outras vozes, ver ou experimentar toda a espécie de fenômenos mediúnicos a fim de se tornar espiritualizado ou ascender.

Dr. Joshua David Stone 
(Fonte: O ARQUIVO)

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Chico Xavier e a humildade



Estávamos – diz Adelino Silveira – na residência do Chico. Seu estado de saúde não lhe permitia deslocar-se até o Centro.

A multidão se comprimia lá na rua em frente.

Quando o portão se abriu, a fila de pessoas tinha alguns quarteirões. Foram passando uma a uma em frente ao Chico. Pessoas de todas as idades, de todas as condições sociais e dos mais distantes lugares do País. Algumas diziam:

– Eu só queria tocá-lo...
– Meu maior sonho era conhecê-lo...
– Só queria ouvir sua voz e apertar sua mão.

Uns queriam notícias de familiares desencarnados, espantar uma idéia de suicídio. Outros nada diziam, nada pediam, só conseguiam chorar.

Com uma simples palavra do Chico, seus semblantes se transfiguravam, saíam sorridentes. Ao ver as pessoas ansiosas para tocá-lo, a interminável fila, a maneira como ele atendia a todos fiquei pensando: “Meu Deus, a aura do Chico é tão boa... seu magnetismo é tão grande, que parece que pulveriza nossas dores e ameniza nossas ansiedades”.

De repente, ele se volta para mim e diz:

– Comove-me a bondade de nossa gente em vir visitar-me. Não tenho mais nada para dar. Estou quase morto. Por que você acha que eles vêm?

Perguntou-me e ficou esperando a resposta.


Aí, pensei: Meu Deus, frente a um homem desses, a gente não pode mentir nem dizer qualquer coisa que possa vir ofender a sua humildade (embora ele sempre diga que nunca se considerou humilde). Comecei então a pensar que quando Jesus esteve conosco, onde quer que aparecesse, a multidão o cercava.

Eram pessoas de todas as idades, de todas as classes sociais e dos mais distantes lugares. Muitos iam esperá-lo nas estradas, nas aldeias ou nas casas onde Ele se hospedava. Onde quer que aparecesse, uma multidão o cercava. Tanto que Pedro lhe disse certa vez: “Bem vês que a multidão te comprime”.

Zaqueu chegou a subir numa árvore somente para vê-lo. Ver, tocar, ouvir era só o que queriam as pessoas. Tudo isso passou pela minha cabeça com a rapidez de um relâmpago. E como ele continuava olhando para mim esperando a resposta, animeime a dizer:

– Chico, acho que eles estão com saudades de Jesus.

Palavras tiradas do fundo do coração, penso que elas não ofenderam sua modéstia.

A multidão continuou desfilando. Todos lhe beijavam a mão e ele beijava a mão de todos. Lá pelas tantas da noite, quando a fila havia diminuído sensivelmente, percebi que seus lábios estavam sangrando. Ele havia beijado a mão de centena de pessoas. Fiquei com tanta pena daquele homem, nos seus oitenta e oito anos, mais de setenta dedicados ao atendimento de pessoas, que me atrevi a lhe perguntar:

– Por que você beija a mão deles?

A humildade de sua resposta continuará emocionando-me sempre:

– Porque não posso me curvar para beijar-lhes os pés.

(Do livro “Momentos com Chico Xavier”, de Adelino da Silveira.1ª ed. 1999.)

Recomendado para você

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Nossa Senhora da Luz dos Pinhais - Padroeira de Curitiba




História de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais

A cidade de Curitiba se iniciou em torno de uma capela, onde a Mãe da Luz era venerada pelos seus inúmeros milagres. Conta a história que na segunda metade do século XVII foi encontrada uma pequena povoação no sítio dos Pinhais, onde em 1659 seria fundada a Vila de Nossa Senhora da Luz, onde os penetradores do sertão ergueram uma ermida à Senhora da Luz.

Com o passar do tempo notaram que a imagem da Virgem tinha sempre os olhos voltados para os campos aos quais os índios chamavam de Curitiba, Pinhais, em tupi-guarani.

Aquela região era habitada pelos índios de etnia caingangues. Tal foi a insistência da Virgem, que os sertanejos resolveram sondar a possibilidade da conquista do sítio. Armados como para uma guerra seguiram para a esplanada dominada pelos caingangues, prontos para o combate.

Em vez do previsível combate, o que ocorreu foi a acolhedora recepção oferecida pelo cacique Gralha Branca, ou Araxó. Os índios concordaram em ceder amigavelmente o terreno aos desbravadores, e o cacique tomou sua vara, símbolo do mando, enterrando-a no local que viria a ser a praça central da futura cidade. Muito simbolicamente, dita vara, ao chegar a primavera, voltou a desabrochar, dando galhos e flores. Nesse local – hoje Praça Tiradentes – foi erguida a igreja em honra a Nossa Senhora da Luz.



Oração a Nossa Senhora Da Luz

Ó Senhora da Luz, Dona de todos as Graças,
Cobre-nos com o Teu manto resplandecente,
Pois Vós sois a Luz que nos Guia pelas trevas,
E pela Vossa imensa misericórdia nos dás,
Força e alento para seguir o nosso rumo,
Que nos leva até vós, Ò Cheia de Graça.

Nossa Senhora, Pelo Espirito Santo iluminada,   
Mãe de Nosso Senhor, Nossa fonte de Luz,
Vois sois s nossa força e o nosso caminho,
E nos protegeis pôr entre montanhas e vales,
Pêlos desertos e ilhas, no sofrimento e tortura,
Nas perseguições que sofremos.
                                                                                                                         
Ó Nossa Senhora da Luz, Nossa Mãe,
Cobre-nos com a Tua interminável Glória,
E continua a iluminar o nosso caminho,
Com a Vossa interminável e Divina Luz,
Que outra coisa não queremos ver,
Senão as maravilhas da Vossa Presença.

Ó Nossa Senhora da Luz, Mãe de Deus,
Ajuda-nos com a Tua bondade infinita,
A enfrentar todos os perigos e tentações,
Para que com a Vossa preciosa ajuda,
Sigamos nosso caminho com a Vossa Luz,
E longe da escuridão das Trevas. 

Amem

08 de setembro, dia de Nossa Senhora da Luz, Padroeira de Curitiba

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

O 'médium consciente'


por  Pascoal Gomes

Perguntaram-me como se identifica o médium consciente, semiconsciente e inconsciente.

Bem, a resposta é bem fácil.

O médium consciente, chega cedo no terreiro e vai procurar algo útil pra fazer, já que o terreiro depende do cuidado de todos nós; procura entender a dificuldade dos outros e auxiliar, mas se ocupa de sua própria vida, usando sua missão como caminho.

O médium semiconsciente, chega no terreiro quando quer, sabe das necessidades dele, mas nada fala, tem receio de ser convidado a ajudar, ele ouve e vê os problemas dos outros, mas sempre acha que o seu próprio é maior; vê os defeitos e erros de todos dentro e fora do terreiro e sempre diz que cada um tem o karma que merece e ponto final.

O inconsciente é aquele que chega na gira já iniciada, mesmo que antes disso ele não tivesse nenhum compromisso, estava relaxado terminando de ver a novela.... Entra na corrente sorri, canta, incorpora o guia, vai embora antes do encerramento, pois tem outras coisas para fazer, não participa de quase por que ele faz no terreiro é tão somente "cumprir sua missão nos atendimentos".


Não sabe de nada sobre o terreiro ou sobre seus irmãos, também não faz questão de saber.

Não sabe nada de sua missão nem mesmo de seu caminho, concorda com qualquer coisa que digam de sua religião, faz magia de todas as cores do arco íris, cobra o que acha que vale seu tempo gasto com o consulente.

Se o terreiro é de gira marcada, só aparece nas "giras que mais gosta"!

Não aceita a doutrina do terreiro, pois o compromisso dele é só com os guias dele, acha que a nossa religião é de liberdade, então ele pode usar a roupa, a comida, a bebida e outras coisas da forma que quiser, ignorando seu templo. Assim sendo, ser um médium inconsciente, é bem pior!

Agora se a pergunta for sobre incorporação mediúnica.

Abra seu coração e seu ori e deixe seus guias entrarem, cada um com sua vibração e intensidade, vezes mais, vezes menos impactantes, mas se for SEMPRE com coração, é o que importa.

Pascoal Gomes
Arquignóstico


domingo, 3 de setembro de 2017

Madre Teresa e Princesa Daiana no Plano Astral



MADRE TEREZA E A PRINCESA DIANA NO PLANO ESPIRITUAL
Relato de Divaldo Pereira Franco

Certo dia, a princesa Diana vai procurar madre Teresa de Calcutá, abrindo-lhe o coração. Falou-lhe de suas angústias, do vazio que sentia em seu íntimo, muito embora, a sua, fosse uma vida de glamour. E confessou-lhe o desejo de fazer parte de sua ordem religiosa.

A madre comoveu-se ante o relato, cheio de ternura e confiança, e viu muita doçura e bondade na alma daquela mulher simples, porém muita rica e famosa. E, com grande carinho, buscou orientar-lhe. Disse-lhe que ela era uma princesa e, como tal, não poderia pertencer à sua ordem religiosa, de extrema pobreza. 

Então, a madre lhe disse:

- Diana, você pode doar esse amor às crianças indefesas. Na sua posição, você pode auxiliar muitas delas, que sofrem... A caridade pode ser exercida em qualquer lugar onde nos encontremos...

A princesa voltou para o seu palácio e daí em diante, dedicou-se a visitar crianças vítimas da aids, essa enfermidade tão cruel, e auxiliou, com enorme carinho, crianças mutiladas pelas minas das guerras... Desde então, encontrou a alegria de ser útil, o prazer de servir.

Madre Teresa tudo acompanhava pelos informes da TV, da imprensa. E, entre aquelas duas mulheres, elos de amor passaram a existir.


O tempo correu. Alguns meses depois, a princesa, amiga dos sofredores, a rosa da Inglaterra, como era conhecida mundialmente, veio a desencarnar num acidente que chocou a todos.

A madre, muito abalada, ao saber do fato, apressou-se a tomar providências e a cancelar compromissos, a fim de comparecer ao funeral, dias depois. Algo, porém, alterou-lhe os planos. Sua saúde, muito instável. levou-a à cama. Alguns dias se passaram, e madre Teresa veio também a falecer.

Joanna de Ângelis nos contou, então o suceder dos acontecimentos, do "outro lado"...

Madre Teresa foi recebida numa festa de luz, sob a carinhosa assistência de Teresa de Lisieux, a Santa Terezinha do Menino Jesus, como é adorada na Igreja Católica. Permaneceu consciente de seu processo desencarnatório, na paz de consciência que sua vida honrada lhe fizera merecer. 

E é então que ela pergunta à religiosa que lhe recebera, onde estava Diana. E Teresa de Lisieux lhe conta que a princesa, devido ao choque causado pelo acidente, estava dormindo, ainda em refazimento e recuperação.

Madre Teresa de Calcutá vela pela princesa, faz-lhe companhia, ora por sua harmonização. E, no momento de despertar, quando Diana abre os olhos diante da vida espiritual e reconhece a grandeza do amor de Deus, eis que ela revê a madre, a religiosa afetuosa e amiga que, com extremado amor, lhe diz:

- Agora, minha filha, você está pronta para ser aceita na minha ordem. Iremos trabalhar juntas, com a bênção do Senhor.

- Nós, que sabemos como o mundo espiritual é fascinante, diz Divaldo, imaginemos o júbilo desse encontro!

Fonte: Diário Espírita / Facebook

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

6 Segredos que Devemos Guardar, Segundo os Orientais



6 coisas que você deve manter em segredo, segundos os sábios orientais
Via Eco-Vida

Os povos antigos eram dotados de uma sabedoria incomparável. 

Muitas de suas descobertas e ensinamentos sobreviveram até os dias de hoje – e isso não é por acaso.

Os sábios orientais, por exemplo, deixaram muitos ensinamentos que se mantêm atualizados até os dias atuais.

E vamos compartilhar com você alguns desses ensinamentos do mundo oriental:

1. Nunca revele o que você está planejando para o seu futuro

Comentar o que pretende fazer no futuro pode resultar numa grande frustração: desistência. As pessoas podem ser bastante negativas e levar você a desacreditar no seu sonho. Mantenha segredo entre você e Deus. Quando tudo já estiver bem encaminhado, comemore com quem ama.

2. Não compartilhe com os outros sobre as limitações de seu corpo

Sabe quando você tem dores, cansaço ou enfrenta dificuldades para realizar algumas atividades? Se possível, não compartilhe isso com todo mundo. O corpo é algo muito pessoal e você deve aprender a ser forte e conviver com ele sem lamentações.


3. Não se vanglorie de seus atos mais caridosos

Se você ajuda alguém, deve fazer por amor e não para se vangloriar. O ego pode estimular essa atitude horrível, mas fuja ao máximo da arrogância. Além de se colocar numa situação bem complicada, você também pode deixar outras pessoas constrangidas e humilhadas.

4. Evite se gabar da sua coragem e do seu valor

Quando alguém é digno de admiração, as pessoas reconhecem facilmente, não é preciso você se gabar. O máximo que vai conseguir se autopromovendo são críticas e uma imagem nada positiva.

5. Não desperdice seu tempo falando mal dos outros

Quando falamos mal dos outros, estamos revelando muito mais sobre nós do que sobre quem reclamamos. Além disso, o ambiente fica pesado e a mente cheia de pensamentos ruins.

6. Não diga todos os problemas que sofre em sua vida pessoal

Há quem sai divulgando, até nas redes sociais, os problemas que vem enfrentando. Lembre-se de que é muito importante se preservar. Quando falamos demais, corremos o risco de revelar segredos ou de ficarmos muito vulneráveis diante de quem nos ouve.

Fonte: http://www.curapelanatureza.com.br/post/08/2017/6-coisas-que-voce-deve-manter-em-segredo-segundo-os-sabios-orientais

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

"A reencarnação de um político", por J. Raul Teixeira



O médium J. Raul Teixeira conta que certo dia ia a uma conferência numa cidade importante do Brasil, e ao dirigir-se para almoçar num restaurante, com os seus anfitriões, enquanto esperavam que o semáforo abrisse para atravessarem larga avenida, ele via uma mulher andrajosa ali ao lado, no caixote do lixo a procurar comida e a separar o lixo mais limpo do mais sujo. Tal cena causou-lhe tamanha impressão, que perdeu a vontade de almoçar, embora a necessidade de o fazer.

Enquanto tentava se recompor mentalmente, já no restaurante, pensando naquele ser que nada tinha, e ele ali num restaurante com os seus amigos, apareceu-lhe, através do fenômeno da vidência espiritual, um espírito amigo que o acompanha na sua tarefa doutrinária, que o acalmou, referindo que mesmo que fosse dar comida àquela senhora ela recusaria. 

E o Espírito, em breves pinceladas contou a história daquela mulher, que nesta vida era a reencarnação de um famoso político brasileiro, ainda hoje muito conceituado, e que por ter prejudicado tanto o povo, tinha reencarnado numa condição miserável, devido ao mecanismo do complexo de culpa que fez, após a morte do corpo de carne, no mundo espiritual (onde não conseguimos esconder nada, nem de nós, nem dos outros), voltando numa condição miserável para aprender a valorizar aquilo que ele tanto desprezara na vida anterior: AS DIFICULDADES FINANCEIRAS DO PRÓXIMO. 

Curiosamente, o nome desse famoso político estava afixado nesse local, dando nome à avenida, e essa mulher, por um mecanismo de fixação inconsciente, não largava aquele local onde outrora lhe prestaram grandes homenagens. Não era um castigo divino, mas sim uma decorrência da Lei de Causa e Efeito, onde cada um colhe de acordo com os seus atos, pensamentos e sentimentos.

"A SEMEADURA É LIVRE MAS A COLHEITA OBRIGATÓRIA"

FRASE DE CHICO XAVIER:

"Devemos orar pelos políticos, pelos administradores da vida pública. A tentação do poder é muito grande. Eu não gostaria de estar no lugar de nenhum deles. A omissão de quem pode e não auxilia o povo é comparável a um crime que se pratica contra a comunidade inteira. Tenho visto muitos espíritos dos que foram homens públicos na Terra em lastimável situação na Vida Espiritual..."


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...