Translate

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Voltar-se para dentro - Osho




"Voltar-se para dentro não é movimentar-se, absolutamente.

Ir para dentro de si não é deslocar-se.

Voltar-se para dentro simplesmente significa que você tem estado perseguindo um desejo atrás do outro, que esteve correndo cada vez mais, para chegar repetidas vezes à frustração; que cada desejo traz infelicidade, que não existe nenhum preenchimento por meio de desejos; que você nunca chega a lugar nenhum, que o contentamento é impossível.

Percebendo a verdade de que correr atrás de desejos não leva a lugar nenhum, você acaba parando.

Não que você faça algum esforço para parar.
Se você fizer qualquer esforço para parar, de uma maneira sutil você ainda estará correndo atrás de alguma coisa novamente.

Você ainda está desejando -- talvez, agora, seja a ausência de desejo o seu desejo.Se estiver fazendo algum esforço para voltar-se para dentro, você ainda estará saindo de si mesmo.

Qualquer esforço só poderá levá-lo para fora, em direção ao exterior. Todas as viagens são viagens para fora -- não há viagem para dentro.

Como você pode viajar para dentro de si mesmo? Você já está ali, não faz sentido ir.

Quando o deslocar-se cessa, a viagem desaparece; quando não há mais nenhum desejo obscurecendo a sua mente, você está dentro.

A isso é que se chama voltar-se para dentro.

Mas não se trata absolutamente de um deslocamento, trata-se simplesmente de não sair para fora."

Fonte: Osho 'This Very Body The Buddha' - Capítulo 9

Nenhum comentário: