Translate

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Chá verde pode reduzir risco de pneumonia em mulheres



De acordo com pesquisadores japoneses, beber cinco ou mais xícaras de chá verde por dia, pode reduzir em 47% as chances da incidência de pneumonia em mulheres. Os cientistas também afirmam que mesmo em quantidade menor o consumo do chá pode ter efeitos significativos, principalmente nos casos mais graves, de pneumonias agudas, que podem levar à morte.

O trabalho foi desenvolvido pela Universidade de Tohoku,em Sendai, no Japão. Participaram dele mais de 19 mil homens e 21,5 mulheres, com idade entre 40 e 79 anos. A pesquisa só não conseguiu identificar por que o mesmo efeito não foi conquistado com o público masculino, o fato intrigou, porém a conclusão dos cientistas foi de que realmente, alguma substância encontrada no chá, pode ser a responsável pela proteção das mulheres contra a pneumonia.

As qualidades do chá verde


As virtudes medicinais do chá são de conhecimento milenar, especialmente seu efeito estimulante. Mas hoje, a ciência está comprovando suas propriedades terapêuticas e cosméticas. E isso está acontecendo com o chá verde (também conhecido como banchá), considerado atualmente um aliado da saúde por ser rico em flavonóides - substâncias antioxidantes que ajudam a neutralizar os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento celular precoce. 

Também está comprovado que o chá verde ajuda a diminuir as taxas de colesterol e ativa o sistema imunológico. As virtudes do chá verde na prevenção do câncer, já muito divulgadas atualmente, vêm do fato de que ele é rico em bioflavonóides e catequinas, substâncias que bloqueiam as alterações celulares que dão origem aos tumores.


Além de conter manganês, potássio, ácido fólico e as vitaminas C, K, B1 e B2, ajuda a prevenir doenças cardíacas e circulatórias por conter boa dose de tanino: o consumo diário desse chá diminui as taxas do LDL (colesterol que faz mal à saúde) e fortalece as artérias e veias.

Segundo outros estudos o chá verde acelera o metabolismo e ajuda a queimar gordura. Em um trabalho suíço, com três grupos de pessoas que seguiram a mesma dieta. O grupo que recebeu chá verde teve aumento de 4% na velocidade de combustão das calorias no organismo e de 5% na queima de calorias em relação aos outros dois grupos pesquisados.

Outro estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition, demonstrou que extrato de chá verde - que possui altas concentrações de antioxidantes como catequina, polifenóis e muitos outros compostos incluindo cafeína - pode aumentar a utilização de energia muito acima dos efeitos da cafeína pura.

A Academia Americana de Dermatologia, publicou estudo falando de benefícios que o chá verde pode trazar à pele, pois por ser rica em tanino, substância com propriedades anti-séptica e adstringente, a planta é indicada também para limpar e equilibrar peles oleosas. Os americanos descobriram que o chá, transformado em creme, melhora o sistema de defesa das células da pele contra os raios ultravioleta do tipo B, aqueles responsáveis pelo vermelho-pimentão. Ao reduzir a inflamação causada por essa radiação, o chá verde aumentaria a proteção contra o câncer de pele. A descoberta pode ser o ponto de partida para a produção de uma nova família de loções.

Fonte: American Journal of Clinical Nutrition - http://www.ajcn.org/ / Revista Veja de 3 de março de 2004.

Nenhum comentário: