Translate

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

16 vezes Homero

Homero (em grego, Ὅμηρος - Hómēros, na transliteração) foi o primeiro grande poeta grego, cuja obra chegou até esta Era da Informação. Viveu no século VIII a.C., período em que ressurgiu a escrita na Grécia antiga. Consagrou-se através dos séculos no género épico com as obras Ilíada e Odisséia. Já antes do início do pensamento filosófico, as riquíssimas obras de Homero (Ilíada e Odisséia) tendem a aproximar os Deuses dos mortais, num movimento de racionalização do Divino.

A seguir uma coletânea de 16 frases e pensamentos do grande escritor grego:

"A flecha não fere os covardes."

"A fortuna é como um vestido: muito folgado nos engravida, e muito estreito nos oprime."

"A relação que existe entre os autores medíocres e a crítica medíocre é mais ou menos esta: nenhum se fia do outro."

"A religião é a corrente de ouro que sujeita a terra em meio ao eterno."

"À sua insensatez o homem chama destino."

"Apoiada, a coragem nasce até mesmo naqueles que são muito covardes."

"Inconstante, como aura, é por natureza o pensamento dos jovens."

"Na juventude e na beleza a sabedoria é escassa."

"Na verdade, poucos filhos são semelhantes ao pai; a maioria é inferior, poucos são melhores que ele."

"O gênio se descobre na fortuna adversa; na prosperidade se oculta."

"O sono é o irmão gêmeo da morte."

"Os homens são como as ondas, quando uma geração floresce, a outra declina."

"Para mau pagador, más garantias."

"Peca igualmente quem apressa o hóspede que não quer partir e quem o detém quando este já está partindo. O hóspede deve ser bem tratado se fica, e não deve ser impedido de partir se assim o deseja."

"Um amigo sensato é um bem precioso."

"Uma vez que o mal tenha sido feito até um tolo o reconhece."
____
Imagem: Busto de Homero - Museu do Louvre: Departamento da Grécia, Antiguidades Etruscas e Romanas, Andar térreo, sala 17.

Nenhum comentário: