Translate

sábado, 27 de agosto de 2011

Santa Mônica ☧ 27 de Agosto



Santa Mônica de Hipona - 331 / ✝387 - é uma considerada santa cristã e mãe de santo Agostinho de Hipona. A sua festa se realiza em 27 de agosto.

Foi modelo de esposa e de mãe. Conseguiu, com suas orações e seu bom exemplo, converter o marido, que lhe era infiel, não acreditava em Deus e tinha gênio muito difícil. Conseguiu também despertar seu filho - antes foi adepto da heresia maniquéia e teve vida devassa - para a Fé, que, mais tarde transformou-o no grande Santo Agostinho, bispo de Hipona e Doutor da Igreja Católica.



Segundo conta a lenda, Mônica casou-se aos dezessete ou dezoito anos de idade, com Patrício, o casal ocupava uma posição social avantajada, mas memso assim ela não era feliz no casamento. Seu marido lhe era infiel  e isso atingia diretamente seu ideal, cristão, de boa esposa e mãe. Apesar disso, Mônica jamais teria criado qualquer discórdia por este motivo. Converteu-se ao cristianismo com 33 anos de idade, e desde então passou a dedicar-se de corpó e alma a conversão do filho, Agostinho.

Santo Agostinho considerava sua mãe como a "intermediária" entre ele e Deus. Durante a adolescência de Agostinho até ao seu batismo, Mônica vivia chorando e lamentando a vida de abusos materiais do filho, e orava fervorosamente para que ele encontrasse a verdadeira "fé".

Agostinho atribuiu a um sonho de sua mãe seu passo definitivo à "confirmação" de sua vocação religiosa, assim Mônica tornou-se a responsável pelo destino cristão do filho. A partir disso o filho vê a mãe de forma santificada, mas reconhece o fardo feminino que ela carrega, já que nos primórdios da Igreja Católica, a mulher era vista entre dois extremos, o da exaltação e da condenação, devido à face maniqueísta desta religião. A parte "boa" do sexo feminino era representada por Maria e a parte "ruim", que se entrega à tentação, representada por Eva. Foi dessa forma que Mônica foi vista por seu filho e pela Igreja Católica.

Santa Mônica teria desencarnado aos 56 anos de idade - em 387 d.C. - mesmo ano da conversão de seu filho ao cristianismo. Seus restos mortais foram encontrados em 1430 e transferido para Roma, onde mais tarde foi erguida uma igreja em sua homenagem. Mônica foi canonizada não por ter operado milagres ou por ser mártir, mas sim por seu amoroso trabalho na conversão de seu filho, ensinado-lhe as condutas cristãs, a moral, pudor e mansidão, mostrando a intervenção feminina - através da oração e da fé - no seio da família, meio pelo qual levou a vida religiosa ao filho.

Nas viagens mediterrâneas de Agostinho, Mônica confortou os marinheiros, eles oravam a ela pedindo uma chegada a salvo em seu porto de destino. - "Era ela que, nos riscos dos mares, incutia coragem aos próprios marinheiros que costumavam animar os inexperientes navegadores do abismo, quando se perturbam: prometia-lhes a chegada a salvamento, porque Vós, em visão, lho havíeis prometido" ( Santo Agostinho ~ Confissões, p. 131) -, e pacientemente aguardou até o último momento a conversão de seu filho amado: "respondeu-me ... que esperava ver em Cristo que, antes de partir desta vida me havia de ver fiel católico" (Santo Agostinho - Confissões, p. 132).


Oração à Santa Mônica

Ó Esposa e Mãe exemplar, Santa Mônica:


Tu que experimentastes as alegrias e as dificuldades da vida conjugal;
Tu que conseguiste levar à fé teu esposo Patrício, homem de caráter desregrado e irascível;
Tu que chorastes tanto e oraste dia e noite por teu filho Agostinho e não o abandonaste mesmo quando te enganou e fugiu de ti.

Intercede por nós, ó grande Santa, para que saibamos transmitir a fé em nossa família; para que amemos sempre e realizemos a paz.

Ajuda-nos a gerar nossos filhos também à vida da Graça; conforta-nos nos momentos de tristeza e alcaça-nos da Santíssima Virgem, Mãe de Jesus e Mãe nossa, a verdadeira paz e a Vida Feliz, que assim seja.


Santa Mônica, rogai por nós.


Amém!

Oração à Santa Mônica e Santo Agostinho
Para pedir a conversão de um filho(a)

Ó Santa Mônica, que pela oração e pelas lágrimas, alcançastes de Deus a conversão de vosso filho transviado, depois santo, Santo Agostinho, olhai para o meu coração, amargurado pelo comportamento de meu filho desobediente, rebelde e inconformado, que tantos dissabores causou ao meu coração e a toda a família. 

Que vossas orações se juntem com as minhas, para comover o bom Deus, a fim que ele faça meu filho(a) entrar em si e voltar ao bom caminho.

Santa Mônica, fazei que o Pai do céu chame de volta à casa paterna o filho pródigo. Dai-me esta alegria e eu serei agradecido(a).

Santo Agostinho, rogai por nós.

Santa Mônica, atendei-me.

Que assim seja!

Fontes/Referências:
http://www.quiosqueazul.com.br/2009/08/santa-monica-santo-agostinho.html

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...