Translate

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Exu Caveira



Saravá Seo Exú Caveira, Rei da Porteira do Cemitério
       Sarabumba Seo Caveira! Agô!      

Exu Caveira foi nomeado quando da criação da vida humana na Terra, para cuidar das pessoas na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, na vida e na morte. É o braço direito de Seu Omolú na Terra, ou seja, a emanação do próprio Orixá. Sua consciência é mais antiga que a da maioria dos espíritos habitantes desta esfera.

Seo Caveira habitava as Águas Ancestrais, das quais Zambi e Oxalá criaram tudo que vemos e parte do que não vemos.

Seo Caveira é como um carrasco no plano terreno e um policial no plano astral... Mas não tenham medo, isso porque ele também cuida da vida e garante a liberdade dos justos. Cuida de seus protegidos, para que não façam uso indevido de seu livre arbítrio de forma a abreviar sua existência. Tem poder de livrar as pessoas de toda espécie de doença, infortúnio, maldade, feitiço ou bruxaria.

Exu Caveira é desdobramento do Sr. Omolú que assume a forma de Exu Caveira para trabalhar ativamente na Umbanda e na Quimbanda, lembrando que uma é a continuação da outra.

Seu Caveira disse certa vez que encarnou na Terra pela 1ª vez há pouco mais de 30.000 anos: "Quando encarnei pela primeira vez na Terra, há mais de 30.000 anos, estava tudo desolado e tive que me alimentar de um óleo que brotava do chão para sobreviver", disse ele explicando porque costuma beber azeite de dendê puro. 


Em suas passagens terrenas sofreu as mesmas provações que os seres humanos comuns, para aprender e alcançar um maior grau de evolução. 

Teve encanações como: caçador, pagé, bruxo, adivinho, mago, profeta, sacerdote, padre inquisidor, xamã, eremita, monge, senhor de engenho, navegador e jesuíta, entre outras. Existe também o Exu Caveira "Encantado", que nunca encarnou.

A falange do Sr. Caveira é formada basicamente pelos Exus: Tata Caveira, João Caveira, José Caveira, Exu Caveirinha, Sete Covas, Pomba Gira Rainha do Cemitério e Rosa Caveira, dentre outros...

Observando o respeito mostrado por outros Exus ao Seu Caveira, durante a Gira, chamando-o de 'chefe' podemos constatar que sua falange principal é composta por um total de 49 Exus, sendo que por sua vez e pela ordem, cada um destes têm mais 7 Exus a seu serviço, e assim por diante, formando uma grande legião.

Um fato curioso que vem sendo amplamente divulgado pelos próprios Caveiras é que uma vez encarnaram todos juntos, na mesma geração no antigo Egito. Os Caveiras fizeram parte de uma mesma seita aonde Seu Tata era o sacerdote. Por praticarem o monoteísmo foram todos condenados a serem queimados vivos. 

Ao que parece a encarnação, desencarne e reencarnação destes espíritos, partindo da idade das cavernas, passando por esta no antigo Egito, por outras e finalmente ao Brasil colonial. Nesta última encarnaram como senhores de engenho, fazendeiros, barões e feitores de escravos; o que me convence na crença de terem que, por Lei, obedecer aos Pretos e Pretas para dentro do trabalhar no Terreiro, para conclusão do Karma sem necessidade de nova encarnação.

Ponto Riscado de Exú Caveira
Segundo o livreto "Catecismo de Umbanda", do início do século XX, Exu Caveira, juntamente com Tata Caveira, são responsáveis diretos pela administração do vício como objeto de pena cármica. 

O vício é usado como ferramenta de trabalho por Exu no dever de fazer cumprir o Karma, ou como provação visando a evolução.

A falange dos Caveira mexe profundamente com o nosso conjunto dos processos psíquicos conscientes e inconscientes. Em parte esta influência se manifesta devido ao grande medo da morte e do desconhecido que trazemos incutido em nosso ser enquanto encarnados.

Exu não faz o mal

Os Terreiros tradicionais, da mesma linha de trabalho que os do início do século passado, tem grande receio em invocar esta entidade e só o fazem no final da Gira, para limpeza espiritual ou quando a coisa fica pesada, preta mesmo. Quando ocorrem fatores desconhecidos que fogem muitas vezes ao controle, que eles não compreendem ou mesmo não sabem lidar chamam Exu. 

Há testemunhos falaciosos, os quais dizem que este poderoso e maravilhoso Exu é louco, intrigueiro e irresponsável, carapuça que deve servir mais aos que lhe designam estes pobres substantivos abstratos. No mais as características do Exu incorporado dependem muito do aparelho (médium) e da casa (terreiro ou centro espírita) com os quais a entidade escolhe trabalhar.

Ainda segundo o livreto "Catecismo de Umbanda", Exu Caveira e sua falange tem em especial poder em favorecer qualquer espécie de especulação, ensinando todas as táticas e artimanhas da guerra, tendo em vista a vitória sobre os inimigos, é encarregado de vigiar a entrada dos cemitérios ou qualquer lugar aonde hajam pessoas enterradas.

Seu poder é tal que muitas vezes incutem medo nos que o chamam. Não existe trabalho ou despacho a ser realizado em um cemitério sem a presença de Exu Caveira. Devemos mesmo ter muito cuidado ao tentar manipular estas energias, pois em caso de erro, e errar é humano, os prejudicados seremos nós mesmos.

Lembrem-se sempre que Exu que trabalha dentro da Lei - como no caso de Seu Caveira - é um amigo bondoso e fiel, exigindo apenas fé, amor no coração, fidelidade, firmeza de caráter e idoneidade por parte dos que tem fé nele.

Ponto Riscado de Exú Caveira
Características

Seu Caveira apresenta-se na maioria das vezes como uma caveira grande, de altura respeitável, vestido de preto e trazendo na mão alguma arma, sendo mais comuns: foice, tridente, espada, gládio, elmo e escudo. A arma escolhida por ele varia de acordo com a ocasião, afinal para cada trabalho existe uma ferramenta mas tem sempre seu tridente à mão.

Ele pode aparecer com a o crânio coberto, mostrando a caveira, ou não, pode-se identificá-lo facilmente pelas 'mãos', são grandes garras de caveira. 

Sua cor é o preto mas não raro usa também velas, ponteiros e pemba vermelha e branca. Quando usa só pemba preta ou risca um caixão em seu ponto geralmente está trabalhando com magia negra, desfazendo. Quando usa 9 velas pretas está trabalhando no Vodu. É sincretizado com a divindade pagã Sergulath, e sua falange, pela ordem: Próculo, Haristum, Brulefer, Pentagnony, Aglassis, Sidragosam, Minoson e Bucon. Do sincretismo com a divindade pagã é que vem a estatueta 'demoníaca' de Exu Caveira encontrada em terreiros e casas de artigos religiosos. Ele até pode assumir aquela forma, caso queira, para trabalhar nas esferas abissais ou no limbo (inferno), afinal lá cara de bonzinho não entra. 

É cada vez mais raro ver Exu Caveira incorporado fora de Terreiros que saravem às 7 Linhas da Umbanda e 7 Linhas da Quimbanda de forma equilibrada, dentro da Lei. Seo Caveira tem dedicado-se muito a pratica da caridade nas tendas onde o espírito manifesta-se para praticar o bem. Porém, mesmo que mais raramente, ele continua fazendo-se presente em cultos como: Santeria, Vodu, as Macumbas, Candomblé, Omolokô e Batuques, cultos aonde preserva sempre aparelhos disponíveis para incorporação caso seja invocado ou precise estar. 

Firmeza de pensamentos e pés no chão

Ponto Riscado de Exú Caveira
Devemos estar atentos para o fato de existirem espíritos mal intencionados, conhecidos por "Exú Pagão", que tentam passar-se por Exu que trabalha na Lei, inclusive por  Caveira, talvez pelo fato de ser uma entidade tão popular e conhecida. Estes zombeteiros se aproveitam e podem usar o nome de um Exú na presença dos leigos e incautos, prometendo cometer barbaridades em troca de alguns patacos e oferendas. 

É! no plano espiritual também existem vigaristas, estes por sua vez procuram seus semelhantes na Terra... Exu Caveira está sempre presente para colocar estes charlatões em seus devidos lugares. Tenham sempre pensamentos firmes e os pés no chão! O bem sempre vence.

Tenha certeza, Seu Caveira é um Exu bastante antigo, amigo e companheiro, capaz de realizar verdadeiros milagres. Quando é de nosso merecimento é mais que irmão; é só cuidar pra, digamos assim: 'não sair da linha'. Como dizem no ponto cantado de Seu Caveirinha:

"...não sai da linha mano, pra não se dar mal" 

Sem medo, Exú só faz o bem e jamais faz o mal. Então, que nos permita ter saúde e vida longa e próspera, evoluindo sempre para que tudo corra bem durante toda nossa vida, bem como no momento de nossa passagem para o mundo espiritual. Que tenhamos nosso lugar ao Sol aqui na Terra e também, quando for a hora, lá na Aruanda.

Saravá o poderoso Exu Caveira, "Rei das Catacumbas do Inferno", sempre merecedor de grande respeito por parte daqueles que o recebem, cultuam e evocam. Laroiê!

Rogai por nós a Zambi, ao bom Pai Oxalá e ao Senhor Omolú! Livrai-nos de todo mal, sempre nos ajudando a evoluir de forma próspera e saudável! Que assim seja!

Laroiê Exu! Ato-tô! Emojibá!

Ponto cantado transmitido mediunicamente pela entidade

'Salve o Morro do Calvário,
Salve o povo inteiro,
Salve Exu Caveira;
Que vem neste Terreiro,
Salve filho de fé,
Salve Calunga inteira,
Salve Exu Caveira,
Que vem trabalhar!
Emojibá!'

7 comentários:

Unknown disse...

Ele foi nomeado pelo seu Pai Obaluaê.
E não por Oxala!
Isso esta escrito no livro: Exu Caveira De Padre a Guradiao da Calunfa... Autora: Maria Célia da Silva editora Madras.

Unknown disse...

Tenho muito orgulho de ter exu caveira, chefe de falange como meu guardião

FILHO DO SOL disse...

Salve seu caveira: O meu é o Sr. joao Caveira, pois tenho em minhas correntes meu querido Orixá Obaluae.

Anônimo disse...

Em vez de ler em livros pergunte para ele mesmo. Quem deu a coroa a Omolú foi Oxalá, seo Caveira é o braço de Omolú na Terra, então quem deu a cora a Exu Caveira? "Na Quimbanda também é Oxalá quem manda". Saravá seo Exu Caveira! Saravá meu pai!

Unknown disse...

Gostaria de compreender melhor, sou ansioso e a vontade de conhecimento me deixa inquieto, principalmente pelo fato de talvez estar buscando a informação no lugar errado.
A única certeza que eu tenho é que meu protetor é Exu Caveira das Almas juntamente com seu Zé palavras do seu 7 Catacumbas.

Unknown disse...

Eu avistei um e sinal de bom ou ruim?

Exu Caveira (Wikipédia) disse...

Exu Caveira é o nome de uma falange de exus da Umbanda e da Quimbanda. É uma das entidades mais cultuadas dentro da religião umbandista. Tem ritualística muito parecida com a de Exu Tata Caveira, com o qual costuma ser confundido. No entanto, enquanto Tata Caveira trabalha nos sete campos da fé, o Exu Caveira trabalha "nos mistérios da geração, na calunga" (cemitério).