Translate this blog

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Primavera, a estação das flores

A Primavera é a estação do ano associada a renovação da flora e da fauna terrestres. No hemisfério norte é chamada "Primavera boreal", e no hemisfério sul é chamada "Primavera austral". A Primavera boreal começa em 20 de Março e termina dia 22 de Junho. A Primavera austral, que é a nossa aqui do Brasil, começa dia 22 de Setembro, terminando em 20 de Dezembro.

A primavera do hemisfério sul inicia-se no equinócio de Setembro, terminando no solstício de Dezembro. No hemisfério norte inicia-se no equinócio de Março e termina no solstício de Junho.

No dia do equinócio o dia e a noite têm a mesma duração. A cada dia que passa, o dia aumenta e a noite vai encurtando um pouco, aumentando, assim, a incidência dos raios solares sobre o emisfério em que ocorre. No início da Primavera do hemisfério sul, os oceanos meridionais ainda estão frios e vão aos poucos aquecendo, fazendo a Primavera ter temperaturas amenas ao longo da estação. O equinócio, que pra gente é dia 22 de setembro, é definido como um dos dois momentos em que o Sol, em sua órbita aparente (como vista da Terra), cruza o plano do equador celeste (a linha do equador terrestre projetada na esfera celeste). Mais precisamente é o ponto onde a eclíptica cruza o equador celeste.

A palavra equinócio vem do latim e significa "noites iguais". Os equinócios acontecem em março e setembro, as duas ocasiões em que o dia e a noite duram o mesmo tempo. Ao medir a duração do dia, considera-se que o nascer do Sol é o instante em que metade do corpo solar está acima (ou metade abaixo) do horizonte; e o pôr do Sol o instante em que o corpo solar encontra-se metade abaixo (ou metade acima) do horizonte. Com esta definição, o dia durante os equinócios têm 12 horas de duração.

Em várias culturas nórdicas ancestrias, o equinócio da primavera era festejado com comemorações que deram origem a vários costumes hoje relacionados com a Páscoa da religião cristã. Nos dias do equinócio é possível obter uma medida aproximada da latitude, por um observador munido de instrumentos muito simples: um fio de prumo, uma trena e um relógio. Para fazer isso é só medir o tamanho da sombra de um fio de prumo, exatamente ao meio-dia local. Sendo h o comprimento do fio de prumo e l o tamanho da sombra na horizontal, a latitude lat, medida ao meio-dia local num dia de equinócio, é dada pela fórmula lat = arctan (l / h).

A primavera é a estação mais bonita do ano, na qual a vida se renova. Vemos aparecer, com explendor, o verde das árvores. Após o equinócio as tardes vão ficando mais longas e nos presenteiam com espetaculares pores do Sol. As flores desabrocham por toda parte, atraindo pássaros e insetos que se reproduzem aos milhares.

Na primavera celebramos o renascimento da Natureza, o retorno à Vida daquilo que se julgava morto, mas que na verdade, estava apenas adormecido. Em crenças espíritas e esotéricas fazemos uma alusão da primavera com a reencarnação. O Sol é a fonte de luz e calor que permite a vida em nosso planeta. A palavra Sol deriva do latim Solus, que significa O Único.

Assim como a vida do nosso sistema solar depende do Sol, nós também precisamos encontrar, conhecer e desenvolver nosso Sol interior. O Sol é o fator mais importante do mapa astral, é o centro do mapa. Ele representa o caráter, a personalidade, o ego ou eu pessoal. Quando alguém pergunta nosso signo, respondemos dizendo o nome daquele que contém o nosso Sol.

O signo onde se encontra o Sol, ou signo solar, segundo a astrologia, indica a missão pessoal de cada um, o propósito que necessitamos manifestar em nossas vidas para revelar nossa verdadeira natureza total, nossa individualidade, nosso poder pessoal, vontade e criatividade. O Sol brilha sobre bons e maus, justos e injustos, à ninguém se nega, pois o amor guardado não é derramado, não é amor, é egoísmo.

O Sol exerce uma atração magnética irresistível, orientando nossa vida, dando significado, motivação e indicando o rumo a seguir. Devemos procurar e encontrar esse Sol em nossa natureza interior, espiritual, ou não conseguiremos transformar nossa consciência, que elevada, nos mostra pertencermos a algo maior do que nós mesmos. Independentemente da estação do ano, devemos viver e sentir a Primavera eternamente em nosso interior, renascendo e evoluindo sempre.

Fonte: Postagem reeditada de 22 de setembro de 2008: http://floresemcasa.blogspot.com/2008/09/primavera-estao-das-flores.html

Nenhum comentário: