Translate this blog

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Os ensinamentos do Sri Sathya Sai Baba

O "Avatar do Amor", Bhaghavan Sri Sathya Sai Baba, nasceu em 23 de novembro de 1926, na cidade de Puttaparthi, Sul da Índia. Em sua infância, lhe foi dado o nome de Sathya Narayana Raju. Ainda jovem, aos 14 anos assumiu a condição messiânica de Avatar (encarnação numa forma humana de um ser divino), aceitando a missão de conduzir a humanidade e ajudar as pessoas a transpor este período nebuloso pelo qual passam.

O próprio Sai diz ser a segunda de uma tríplice encarnação: teria sido Shirdi Sai Baba, e futuramente será Prema Sai Baba. Sai Baba disse que seu nome tem um significado: Sai, denota o aspecto feminino do universo; e Baba, o masculino. O nome completo demonstra o enlace dos dois.

"Eu vim porque os homens bons do mundo, os sábios, os sadhus e os sadhakas (iniciados), e os piedosos suspiraram por mim. Regozijem-se os puros e retos. Tragam-me todo mal que há em vocês, deixem-no aqui e recebam de mim tudo o que tenho: amor", diz Sai Baba.

O líder espiritual indiano também prega a unicidade:

"Deixem que existam todas as crenças, deixem que floresçam e que a Glória de Deus seja cantada em todas as línguas e variedades de tonalidades. Esse deve ser o ideal. Respeitem as diferenças entre as crenças e reconheçam-nas como válidas quando elas têm como princípio a chama da Unidade".

A seguir compartilho os ensinamentos de Sai Baba [Capítulo 1]: Amor e Dever - O Caminho da Perfeição], pois "se você deseja paz e alegria, você deve viver no amor. Somente através do amor você encontrará a verdadeira alegria".


Existem várias correntes céticas que criticam o Sathya Sai Baba, atribuindo-lhe vigarices, entretanto ao ler seus textos podemos encontrar um caminho, o do amor, que parece ser de fato iluminado. Recomendo que as pessoas leiam e interpretem seus textos, tirando cada qual suas próprias conclusões.

"Feche os olhos para a casa de seus vizinhos, feche a boca para não se virar contra quem quer que seja, não julgue para não ser julgado, pense em Deus que a paz encontrará em sua casa". 
~Zélio de Moraes

Nenhum comentário: