Translate

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Nossa Senhora da Conceição



Através deste título litúrgico, celebrado no dia 8 de dezembro, os católicos professam a prerrogativa concedida unicamente a Nossa Senhora: Maria foi concebida sem a mancha do pecado original, e nasceu, portanto, sem o pecado original. Vale dizer: ela é toda santa, a cheia de graça, desde o momento de sua concepção.

Como filha de Adão e Eva, Nossa Senhora também deveria estar sujeita ao pecado original, mas dele foi preservada, em previsão dos méritos de Cristo. Era sumamente conveniente que Deus preservasse Maria do pecado original, pois era Maria destinada a ser mãe do seu filho. Isso era possível para a onipotência de Deus; portanto Deus, de fato, a preservou, antecipando-lhe os frutos da redenção de Cristo.

Em 1830 Nossa Senhora apareceu a santa Catarina Labouré mandando cunhar uma medalha com a efígie da Imaculada e as palavras: "Maria concebida sem pecado, rogai por nós". Esta medalha, difundida aos milhões em todo o mundo, suscitou grande devoção a Maria Imaculada, induzindo muitos bispos a solicitar ao papa a definição do dogma, que na verdade já estava sendo vivido nos corações dos fiéis desde muitos séculos atrás. Assim, no dia 8 de dezembro de 1854, o Papa Pio IX proclamou Maria isenta do pecado original, desde o primeiro instante de sua existência no seio de sua mãe.

Quatro anos mais tarde, as aparições de Lourdes foram prodigiosa confirmação do dogma. De fato, Maria proclamou-se explicitamente com a prova de incontáveis milagres: "Eu sou a Imaculada Conceição".

A primeira imagem de Nossa Senhora da Conceição chegou ao Brasil em uma das naus de Pedro Álvares Cabral. José de Anchieta foi o apóstolo da doutrina da Imaculada Conceição no Brasil, que desde o início de sua colonização dedicou a este mistério inúmeras igrejas, inclusive 35 catedrais. Ela foi a protetora de nosso país no período colonial e foi proclamada Padroeira do Império Brasileiro por Dom Pedro I. Já no despontar do século XX, com o advento da República, o título cedeu lugar a Nossa Senhora Aparecida, que é uma antiga imagem da Imaculada Conceição encontrada nas águas do rio Paraíba do Sul.

Para finalizar, eis o dogma da Imaculada Conceição explicado em palavras singelas e claras: da palavra "concebida" formou-se o derivado "conceição"; sua conceição foi, pois, imaculada, como já dissemos; daí veio a expressão - Imaculada Conceição - que, com o tempo, começou a ser ligada ao vocativo "Nossa Senhora", pois o povo, naquela linguagem franca que tão bem traduz seus sentimentos, começou a dizer: Nossa Senhora da Conceição. Quando dizemos, portanto, Nossa Senhora da Conceição, queremos dizer que Maria é imaculada desde sua concepção, e que o inimigo infernal jamais teve poder sobre ela.

A.M.M.D.O.P.N

Recomendado para você

Nenhum comentário: