Translate this blog

sábado, 4 de fevereiro de 2017

Iniciação à Cabala

INICIAÇÃO À CABALA. Neste livro a autora, Tova Sender, apresenta o histórico e os princípios gerais dessa importantíssima tradição esotérica do judaísmo, conhecida e ensinada por todos os grandes rabinos. 

Como escreve a autora: 

“De início, acho adequado definir o termo Cabala. CABALA é uma palavra hebraica derivada do verbo LECABEL, que significa RECEBER. Cabala significa, então, RECEBIMENTO. Trata-se assim de uma tradição antiga, que passa de mestre a discípulo desde os primórdios da história do povo judeu, de geração em geração, até os dias de hoje. 

A Cabala é a tradição mística do judaísmo, o conjunto das concepções que se referem aos debates e especulações a respeito da compreensão de Deus, do universo, da natureza, da alma humana, do homem e de sua tarefa no mundo criado. 

Documentos originais atestam e testemunham diferentes fases no movimento místico judaico. É possível classificar, no plano geral, sete diferentes abordagens ao longo de dois milênios. Tais diferenças de enfoque não implicam a negação das tendências anteriores, mas a aceitação de novas construções teóricas que se acrescentam, ou de novas práticas. 

Podemos supor também que cada fase seja uma etapa necessária para a manifestação da abordagem que a sucede, a exemplo de um pré-requisito, seja em termos espirituais, intelectuais ou práticos." (...) “O movimento místico judaico, denominado de forma genérica como Cabala, tem início no século I a.C. No entanto, segundo a tradição (...), a origem da Cabala remonta, de acordo com alguns autores, a Moisés; segundo outros, ao patriarca Abraão; e há também menções de que o próprio Adão, o primeiro homem, teria recebido o ensinamento à época de sua criação. 

Resumidamente, uma vez que nosso propósito aqui não é o de dissertar detalhadamente a respeito de cada fase do movimento cabalístico, podemos expor o conteúdo geral e a época aproximada de cada período desse processo que, em última instância, se constitui em um todo, e não em uma sequência de períodos independentes.” 


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...