Translate this blog

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Diferença entre religião e espiritualidade

6 DIFERENÇAS ENTRE RELIGIÃO E ESPIRITUALIDADE




Dizer às pessoas que você é espiritual, mas não religioso é muitas vezes visto como alguém confuso. As pessoas tendem a pensar na espiritualidade como algo muito estranho e misterioso. Elas ainda fazem um esforço para diferenciá-lo de quem pertence a uma religião, e isto só acontece porque boa parte das pessoas na sociedade moderna tem medo de serem manipuladas e tem uma falta de conhecimento quando se trata de assuntos não-materiais.

A verdade desta questão é que a espiritualidade é talvez a coisa mais natural que exista, é simplesmente seu próprio consciente reconhecendo de que você é mais do que apenas um corpo, que você é uma alma com um potencial infinito.

Para simplificar o que eu estou tentando explicar, aqui está uma pequena lista de coisas que ajudam a destacar as diferenças entre religião e espiritualidade.

Não há regras para a espiritualidade

Ao invés de seguir uma ideologia específica ou um conjunto de regras, a espiritualidade simplesmente permite que você siga o seu coração, ela incentiva você a ouvir a sua intuição e fazer o que é certo para si e para os outros ao seu redor. Na verdade ela o deixa livre para agir da melhor forma que possa e ser uma boa pessoa com nenhuma promessa de punição ou recompensa. A recompensa é simplesmente a sua própria felicidade interior.

Espiritualidade é baseada somente no amor e não no medo

Existe muito medo pautando todas as religiões. O medo das conseqüências de suas ações, o medo do que poderia acontecer depois de morrer se você não viver a sua vida em conformidade. E com a espiritualidade só há amor, ela incentiva você a concentrar toda a sua energia apenas no bem, e agir apenas com base no amor. Este é um ponto chave para mim, porque qualquer escolha feita por medo não pode ser bom para a sua alma. Já, as decisões feitas por amor o torna mais corajoso e servem de alimento a sua alma. A espiritualidade te mostra como ficar de pé apesar de ter medo, como seguir em frente fazendo o que você acha que é certo, apesar das consequências que podem vir.

A Religião lhe diz a verdade – A Espiritualidade permite que você a descubra

Em oposição a dizer-lhe por A mais B como o universo foi criado e por que estamos aqui, a espiritualidade permite que você investigue estas perguntas e encontre as respostas por si mesmo. Ela habilita você a encontrar sua própria verdade em todas as coisas e não estabelece limites para o quão profundo você pode ir em compreender tudo que há para saber.

A Religião separa, a Espiritualidade une

Neste mundo que vivemos existem muitas religiões e todas elas pregam que a sua história é a história certa. Espiritualidade vê a verdade em todos elas e as une, porque a verdade é a mesma para todos nós, apesar de nossas diferenças e singularidades. Centra-se na qualidade da mensagem divina que elas compartilham e não nas diferenças de detalhes da história contada por cada uma.

A diferença entre Karma e Castigo

Em vez de falar sobre a punição ou a ameaça do inferno, a Espiritualidade só fala sobre Karma. É a lei da atração, em que você só recebe o que dá. Simples assim.

Trilhar seu próprio caminho

Em vez de histórias ancestrais sobre anjos e deuses, espiritualidade incentiva você a fazer o seu próprio caminho e criar suas próprias histórias. Isto o coloca uma jornada de esclarecimento e auto-descoberta de que os únicos limites podem ser definidos por você mesmo. Ela o incentiva a confiar em seu coração e segui-lo onde quer que ele possa levá-lo.

Se você olhar para a religião tudo decorre de uma profunda espiritualidade. Jesus e o profeta Maomé, por exemplo, tinham profundas jornadas espirituais antes de terem embarcado em suas próprias viagens. Então, eu confio que toda a religião tem a sua verdade nisso, e que muitas pessoas podem ser verdadeiramente tanto belas almas como religiosas, ao mesmo tempo, mas em última análise, qualquer coisa que separa você ou cria divisão não é boa para sua alma e, definitivamente, não é boa para o bem maior da humanidade.

Espiritualidade lembra-nos que não estamos separados, que não existem fronteiras, que não existem divisões de raças e culturas. A verdade é que somos todos um e que a única coisa constante é o Amor.

Escrito por: Kasim Khan do site thespiritscience.com. Tradução livre.

Nenhum comentário: