Translate this blog

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Cabocla Jureminha, ponto cantado

Eu vi mamãe Oxum na cachoeira
Sentada na beira do rio
Colhendo lírio, lírio ê
Colhendo lírio, lírio a
Colhendo lírio pra enfeitar nosso gongár(2X) 
Ô Jureminha, ô Juremá
Suas folhas caiu sereno, ô Jurema
Dentro desse gongár
Passei numa encruzilhada
Vi frango, charuto e vela
Será que fizeram aquele
Pra me ver distante dela
Ô Jureminha, Ô Juremá
Suas folhas caiu sereno, ô Jurema
Dentro desse gongár 
Na beira do mar eu vi
Os passos de Iemanjá
Será que ficou aqui
Será que voltou pro mar
Ô Jureminha, ô Juremá
Suas folhas caiu sereno, ô Jurema
Dentro desse gongár 
Eu sou tão pequenininho
Mais posso te ajudar
Só quero ganhar depois
Bala doce e guaraná
Ô Jureminha,ô Jurema
Suas folhas caiu sereno,ô Jurema
Dentro desse gongar 
O meu galo cantou na rompida da aurora
O pai Miguel chegou
O pai Miguel foi embora
Ô Jureminha, ô Juremá
Suas folhas caiu sereno, ô Jurema
Dentro desse gongár...

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...