Translate this blog

terça-feira, 3 de março de 2015

Tratado sobre a União Oculta de Huang Di

"A circunstância da destruição não é ruim em si mesma, ela simplesmente faz parte do destino. Da mesma forma como existe o nascimento ou criação, é natural também existir a morte ou destruição porque, no Universo, as duas forças atuam de maneira simultânea. 

Mas como o ser humano tem dificuldade para acostumar-se com a ideia da morte, a circunstância da destruição passa a ser vista como desventura. 

Isso piora quando as pessoas pressentem que a mudança pode ser coletiva e começam então a se questionar, procurando adivinhar se elas e sua família serão atingidas e estarão dentro daquela circunstância. 

Com isso, a destruição, ao longo de milhares de anos de cultura do mundo, passou a ser considerada um infortúnio. Mas esse conceito repousa numa leitura plana, apressada e superficial do que está escrito na estrofe, que suscita um entendimento mais construtivo. 

Para uma pessoa virtuosa, o caminho da criação pode ser representado pelo verbo fluir, que significa ir para frente na vida, harmonizando-se com seu destino. E o caminho da destruição pode ser representado pelo verbo inverter, que significa andar para trás em direção à sua origem, ou Dào. 

O caminho da criação está ligado ao ciclo criativo, no qual madeira gera fogo, fogo gera terra e assim sucessivamente, até o fim dos dias da vida de uma pessoa. E o caminho da destruição está ligado ao ciclo do controle [ ... ], cujo auge de realização, no aspecto da destruição dos subtrativos que prendem o espírito de uma pessoa à roda da transmigração, é a imagem das cinco cobras que se engolem umas as outras, simultaneamente. 

Esse é o símbolo da destruição da estrutura do Universo, para a pessoa que alcançou aquele nível. Portanto, o sentido místico da circunstância da destruição está no alcance do desígnio da plenitude, ou realização espiritual de quem busca a imortalidade do espírito."

Yin Fu Ching – Tratado sobre a União Oculta de Huang Di, o Imperador Amarelo

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...