Translate this blog

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Eleições 2014 :: A psicologia do PT


DESVENDANDO A PSICOLOGIA DO PT: A POLÍTICA DAS MÁGOAS

Pe. Augusto Bezerra (reprodução de Paraclitus)

Essas semanas o Brasil tem visto um verdadeiro “reality show” dos bastidores políticos. Muitos brasileiros ficam entristecidos com a brutalidade desse jogo político, e as pessoas mais sensíveis fogem de qualquer debate cujos temas políticos provoquem desagrado e inimizades. Mas o que é que está acontecendo afinal? Onde começa todo esse jogo sujo, desonesto, desleal, inconsequente e calunioso que vendo sendo perpetrado de modo mais evidente pelo PT?

Precisamos destacar as Causas, Consequências e fazer as devidas Avaliações para tal:

1. CAUSA: 

No passado os principais fundadores do PT, principalmente Lula e Dilma, foram militantes comunistas em ação em pleno território brasileiro, o que é atestado pelas investigações de diversos organismos do Estado brasileiro. Era a moda utópica do messianismo comunista da juventude daquela época, proliferada entre as décadas de 60, 70 e 80. Toda América Latina sofreu com este projeto sócio-político influenciado e financiado pela falida União Soviética, que tentava implementar um estado totalitário e comunista em todo mundo, onde a democracia vai condenada para o cativeiro, e o Estado passa a mandar em tudo e todos sem considerar jamais o indivíduo, suas vontades e intenções, é o controle de tudo sem exceção, uma espécie de dominação que nem Deus se permitiu fazer por nos criar livres e por tanto nos querer livres. Considerando isso, entendam vocês que a Ditadura Militar, tida pela maioria da população como algo unicamente mau, lutou contra uma ditadura comunista em estado embrionário, a qual poderia ser pior ainda que qualquer outra forma de dominação temporária para regulação do Estado democrático e, sem dúvida alguma, se nada fosse feito correríamos o risco de ver se estabelecer esse mal pelas mãos desses militantes revolucionários, o que nos levaria para uma permanente, e ainda mais maléfica e destruidora ditadura de natureza comunista, como na União Soviética, Cuba, China, Coréia do Norte e Albânia, recentemente visitada pelo Papa e que viveu o comunismo ateu que proibia inclusive das pessoas rezarem, seja cristão muçulmano ou o que fosse! Então, de fato, sobre a ditadura militar em oposição ao planejamento de um regime comunista em curso naquela época, antes aquilo do que isto, sem dúvida alguma. É a escolha do mal menor, um princípio ético que rege a busca pelo bem comum quando um bem torna-se inviável ou impossível.

CONSEQUÊNCIA: 

Os fundadores do PT desde esse tempo sem forças para vencer o próprio Estado começaram a assumir um discurso de vitimização no qual as elites eram seus algozes que tentavam manter o “status quo” (a configuração política e social presente) e eles os pobres coitados, e não criminosos políticos que atentavam contra a democracia, mas apenas perseguidos políticos. Ora, mas os crimes políticos contra a democracia faziam deles réus, e vítimas somente os cidadãos de bem que lutam por suas liberdades e direitos diariamente, e o Estado que tem o papel de defender estes princípios representando os indivíduos. Mas eles fizeram uma “psicologia reversa”: eles, réus de crimes políticos contra o Estado democrático tornaram-se vítimas, e o Estado democrático, neste caso, vítima de atentados contra as liberdades, tornou-se réu e vilão de toda história. Essas mágoas do passado não morreram para o PT. Essa psicologia reversa ainda funciona em suas campanhas e projetos de poder. Não é atoa que da candidata Marina se ouviu falar tanto da Nova Política, liberta dos rancores do passado, livre para ajudar o Brasil a viver sua vocação e novas oportunidades, embora a acusassem de contradição por ter origem petista. O PT vive dos rancores do passado pressionando o Estado a ressuscitar traumas históricos e ficarmos cativos de um passado do qual queremos todos fugir, pois basta o sangue já derramado no passado.

AVALIAÇÃO: 

O Brasil tem potenciais que não dependem de um projeto socialista e do câncer moral e social chamado comunismo. Precisa apenas de um justo e moderado capitalismo que o fará grande, rico e um futuro aporte para o Ocidente, lembrando que ele é contado no grupo dos BRICs, os novos líderes internacionais que agora convulsionam todo cenário geopolítico global, tendo ele entrado neste grupo não pela política do Estado, mas por vocação natural e por ser de certa forma a terra da promissão pela sua riqueza natural e diversidade. Nos cansamos dessa velha política de sangue, sangue, sangue e mágoas! A política do PT é continuamente a política que alimenta a mágoa, a angústia do passado e a vitimização, fazendo que eleitores, gente simples, caiam numa distorção da própria realidade.

2. CAUSA:

A ideologia do PT se corrompe cada vez mais por um projeto de poder e domínio alimentado pelas mágoas, pois as utopias comunistas morreram com a União Soviética falida e humilhada, e então os antigos militantes latino-americanos passam a ter outro objetivo: desejam chegar ao poder para fazer a revanche, perseguir os representantes do Estado que lhes foram desfavoráveis no passado e criminalizar a todos que lhes são opostos, e quem sabe ressuscitar os sonhos utópicos da juventude comunista. O desejo de poder e domínio passa estar acima de qualquer bem comum e acima da moralidade social, e começa o vale-tudo na política, e daí a...

CONSEQUÊNCIA: 

A corrupção extrema para o financiamento de ditaduras socialistas latino-americanas e para a implementação do projeto socialista bolivariano no Brasil, a mentira deslavada sobre dados e números da economia, da vida social e feitos políticos para enganar as pessoas mais simples com um “marketing maquiavélico” atendendo a uma manutenção no poder, o alimento do medo social e das oposições das classes mais pobres com as mais ricas para dividi-las e usar dos pobres para permanecerem na condução do Estado, estabelecendo também uma perseguição da imprensa e das mídias sociais afim de impedir a falência do seu marketing, e segue-se igualmente um aparelhamento do Estado (ou seja, o uso de toda máquina federal e pública para campanhas de poder). Se vê estabelecida a perseguição religiosa para impedir a pregação dos valores morais e princípios éticos que lhes são opostos. 

AVALIAÇÃO/OPINIÃO: 

Por fim, os mesmos que fazem tudo isso, podem até fazer pior, podendo chegar a muito mais que isso se preciso for, como portam-se numerosos grupos socialistas em outras nações que passam por revoluções sociais inflamadas pelo mesmo tipo de “marketing sujo e imoral”.

3. CAUSA: 

Os escândalos que vem a público ameaçam sua hegemonia, imagem e marketing. Os adversários políticos se fortalecem pelas denúncias crescentes que proliferam na mídia e nas redes.

CONSEQUÊNCIA: 

Agora vale-tudo, é o desespero, e a arma é: mentira, gritos, escondimento da exposição pública e da imprensa que podem desferir mais golpes a seu marketing. Enquanto crescem centenas de alianças como numa “coalizão dos honestos” e homens de bem, grupo que se compõe de várias esferas sociais: a mídia, os artistas, as personalidades públicas, os partidos políticos às dezenas e cidadãos de bem que compartilham e lutam pela liberdade pela sua opinião pública e através dos múltiplos veículos. 

#ALERTA: Essa é a “batalha final” pela democracia através das urnas, depois disso tudo, se esses homens socialmente adoecidos vencerem novamente, eles não nos deixarão mais livres como somos agora, pois haverá o próximo passo, para que não percam esse jogo de manutenção do poder.

Pe. Augusto Bezerra

Nenhum comentário: