Translate this blog

domingo, 10 de agosto de 2014

Superstição com metais e objetos domésticos





Ferro:

Embora digam as crenças que o ferro tem o poder de afastar feiticeiros e maus espíritos, levar um pedaço de ferro para casa acarreta infelicidades.

Uma tradição afirma que o brilho do ferro novo cega os espíritos do mal e os afasta; entretanto, o ferro velho e enferrujado não tem poder sobre eles, que poderão instalar-se na casa da pessoa que o possui. Por este motivo, qualquer peça de antiguidade, destinada à decoração, dever ser cuidadosamente limpa, antes de ser colocada dentro de casa.

Ferradura:


A ferradura é, por certo, um dos mais populares objetos dos quais se vale a crença supersticiosa. Poucas são as pessoas que negam a opinião geral de que a ferradura é um talismã de boa sorte.

Dá sorte achar uma ferradura na rua e levá-la para dentro de casa, pregando-a sobre a porta, com as extremidades voltadas para cima.

Também se pode colocar a ferradura voltada para um dos lados, de modo a formar a letra C, inicial de Cristo.

Para muitos, o formato da ferradura simboliza o céu e o telhado da casa, representando, assim, a vida material e espiritual do homem.

O poder da ferradura deriva do fato de ter sido criada no fogo sagrado, e feita com o ferro – metal igualmente sagrado.

Antigamente acreditava-se que a ferradura era fixada, com pregos, no casco dos animais, e estes não sentiam dor, simplesmente por se tratar de um objeto poderoso.

Ferrugem:

Embora seja desagradável observar que um objeto da cada está enferrujando, isto quer dizer que alguém na casa receberá um presente em dinheiro ou uma herança.

Prego:

Encontrar um prego na rua é sinal de boa sorte; e quando pregado no portal da cozinha, dá mais sorte ainda.


Machado e enxada:

Trazer para dentro de casa um machado ou uma enxada trará a morte para alguém dessa casa.

Para proteger as reses contra o olho-grande e a feitiçaria, deve-se fazê-las passar sobre um machado, quando saírem a pastar pela primeira vez, em uma fazenda.

Pá:

A pá é o instrumento do coveiro, portanto simboliza a morte. Uma pá levada para dentro de casa dá má-sorte a quem a levou e às pessoas da casa.

Tesoura:

Apanhar uma tesoura que tenha caído no chão atrai a infelicidade; deve-se se pedir a outra pessoa que o faça; ou, pelo menos, pisar de leve na tesoura, para livrar-se do perigo. Pode-se, também, afastar a má sorte esfregando a tesoura na palma da mão, até que ela esquente; e, só então, se poderá usá-la de novo.

A tesoura tem duplo poder, pois tanto o ferro e o aço são sagrados, como, por ser objeto afiado, pode cortar a sorte.

Se, ao cair, uma tesoura ficar com uma das partes espetada no chão, é indício de morte; se a tesoura quebrar-se ao meio, é indício de que uma grande decepção está próxima.

Deixar uma tesoura aberta, segundo uma antiquíssima tradição, significa cortar mortalha, isto é, a morte de alguém.

Alfinete:

Segundo uma crença muito difundida, dá sorte encontrar um alfinete no chão. Alfinetes com cabeça preta, em qualquer parte do vestuário, atraem a morte de quem os usa. Os alfinetes usados em um funeral não devem ser usados nunca mais.

Uma noiva que subisse ao altar com um alfinete em qualquer peça de suas roupas estaria desafiando o destino.

Vidro:

Olhar para alguém através de um pedaço de vidro quebrado fará com que a pessoa tenha uma briga séria com outra.

Se um copo contendo um remédio para uma pessoa for quebrado acidentalmente, é sinal de que a pessoa será curada.

Um copo quebrado em uma festa é bom sinal.

Fonte: QUEIROZ, William L. - Superstições, Origem, Significado e Mistério. - Ediouro.

Nenhum comentário: