Translate this blog

quarta-feira, 14 de maio de 2014

14 de Maio :: Dia de Ísis

  "Eu sou tudo o que foi, é, e será, e meu véu nenhum mortal levantou até agora."
~Inscrição no antigo templo da Deusa Ísis, em Saís, capital do Antigo Egito durante a XXIV dinastia. 

14 de maio, na mitologia egípcia, é Dia de Ísis; ocasião em que era comemorado o encontro dessa deusa com os restos mortais de seu amado Osíris. Ísis (em egípcio: Auset) foi uma deusa da mitologia egípcia, cuja adoração se estendeu por todas as partes do mundo greco-romano.

Foi cultuada como modelo da mãe e da esposa ideais, protetora da natureza e da magia. Era a amiga dos escravos, pescadores, artesãos, oprimidos, assim como a que escutava as preces dos opulentos, das donzelas, aristocratas e governantes. (WITT, R. E.. Isis in the Ancient World. 1997. p. 7.)

Ísis é a deusa da maternidade e da fertilidade. Os primeiros registros escritos acerca de sua adoração surgem pouco depois de 2500 a.C., durante a V dinastia egípcia. A deusa Ísis, mãe de Horus, foi a primeira filha de Geb, o deus da Terra, e de Nut, a deusa do Firmamento, e nasceu no quarto dia intercalar.

Durante algum tempo Ísis e Hator ostentaram a mesma cobertura para a cabeça. Em mitos posteriores sobre Ísis, ela teve um irmão, Osíris, que veio a tornar-se seu marido, tendo se afirmado que ela havia concebido Horus. Ísis contribuiu para a ressurreição de Osiris quando ele foi assassinado por Seth.

As suas habilidades mágicas devolveram a vida a Osíris após ela ter reunido as diferentes partes do corpo dele que tinham sido despedaçadas e espalhadas sobre a Terra por Seth. (IONS, Veronica. Egyptian Mythology. Paul Hamlyn, 1968.) Esse mito veio a tornar-se muito importante nas crenças religiosas egípcias.

Ísis também foi conhecida como a deusa da simplicidade, protetora dos mortos e deusa das crianças de quem "todos os começos" surgiram, e foi a Senhora dos eventos mágicos e da natureza. Em mitos posteriores, os antigos egípcios acreditaram que as cheias anuais do rio Nilo ocorriam por causa das suas lágrimas de tristeza pela morte de seu marido, Osíris. Esse evento, da morte de Osíris e seu renascimento, foi revivido anualmente em rituais. Consequentemente, a adoração a Ísis estendeu-se a todas as partes do mundo greco-romano, perdurando até à supressão do paganismo na Era Cristã. (CHADWICK, Henry. The Church in Ancient Society: From Galilee to Gregory the Great. Oxford University Press, 2003. p. 526) 

"ela é tanto sábia quanto amante da sabedoria; como o seu nome parece denotar que, mais do que qualquer outro, o saber e o conhecimento pertencem a ela." ~Plutarco

"Você me vê aqui, Lúcio, em resposta à sua oração. Eu sou a natureza, Mãe universal, senhora de todos os elementos, filha primordial do tempo, soberana de todas as coisas espirituais, rainha dos mortos, também rainha dos imortais, a manifestação única de todos os deuses e deusas que são, o meu comando governa as alturas brilhantes dos Céus, a salutar brisa do mar. Embora eu seja adorada em muitos aspectos, conhecidos por nomes incontáveis alguns me conhecem como Juno, alguns como Belona os egípcios que se destacam no aprendizado e culto antigo me chamam pelo meu verdadeiro nome.  Rainha Ísis." ~Apuleio, escritor romano, em "O Asno de Ouro"



Títulos 

No Livro dos Mortos Ísis encontra-se referida com os seguintes títulos: 

Aquela que dá origem ao Céu e à Terra 
Aquela que conhece o órfão 
Aquela que conhece a aranha viúva 
Aquela que procura justiça para os pobres 
Aquela que procura abrigo para as pessoas fracas 

Outros dos muitos títulos de ísis, são: 

Rainha do Céu Mãe dos Deuses 
Aquela que é Todos Senhora das Culturas Verdejantes
A mais brilhante no firmamento 
Stella Maris 
Grande Senhora da Magia 
Senhora da Casa da Vida
Aquela que sabe fazer o uso correto do Coração 
Doadora da Luz do Céu 
Senhora das Palavras de Poder
Lua brilhante sobre o Mar 

Algumas orações místicas poderosas

Orações são poderosas e algumas são muito pouco conhecidas. Essas são orações curtas, fáceis de decorar, e muito antigas. Procure ter uma ou duas decoradas e as outras no seu grimório, pois podem agir como oração de banimento, proteção e/ou defesa quando necessário. Para conhecer outras orações como essa, procure o licro Místicos em Oração.

Oração de Manassés


Deus todo-poderoso, que está no céu; Deus de nossos ancestrais, de Abraão de Issac e Jacó e de seus honrados descendentes; Senhor que criou o céu e a terra com todos os seus atributos; que dominou o mar com a palavra e de Seu comando; que fechou as profundezas, selando-as com Seu terrível e glorioso nome. Infinito e insondável em Sua misericordia promessa. Pois é o Senhor altíssimo, de grande compaixão, paciente e rico em misericórdia, pesaroso pelos males do homem. O Senhor, conforme Sua grande bondade, prometeu arrependimento e perdão áqueles que pecaram e, na abundãncia de Sua compaixão, decretou o arrependimento para os pecadores a fim de que possam ser salvos.

Oração à Nut, a Deusa do Céu. Óh Nut do largo passo, quando semeias a esmeralda, a malaquita, a turquesa como estrelas! Se tu és verde, eu também sou verde. Verde como uma planta viva.
Oração de abertura de alma. O porvir floresce ao meu encontro, visto que EU sou aquele que ilumina os milhões de anos que virão.

SIMPATIA DO ANTIGO EGITO PARA VENCER AS DIFICULDADES DA VIDA A DOIS

Costure um pedaço de tecido vermelho com linha da mesma cor, formando um saquinho. Dentro dele, coloque uma miniatura de pirâmide, um galhinho de arruda e 13 pétalas de rosas vermelhas. Feche o seu patuá com uma fita branca e carregue-o com você, na bolsa ou na carteira. Ele dará poder e energia para que consiga mostrar a verdade ao seu companheiro. E protegerá a sua relação!

ORAÇÃO A DEUSA ÍSIS

Ó Ísis!
Mãe do Cosmo, raiz do amor, tronco, capulho, folha, flor e semente de tudo o que existe.A ti força da natureza conjuramos.Chamamos a Rainha do Espaço e da Noite... e beijando seus olhos amorosos, bebendo o orvalho de seus lábios, respirando o doce aroma de seu corpo, nós exclamamos:

Ó, Nuit!
Tu, eterna deidade do céu, que és a Alma Primordial, que és o que já foi e o que será. Ísis, a quem nenhum mortal levantou o véu. Quando tu estiveres sob as estrelas irradiantes do noturno e profundo céu do deserto, com pureza de coração e na chama da serpente, te chamamos:

RAM-IO... RAM-IO... RAM-IO...

As conjurações são antiquíssimas e têm como finalidade descarregar os corpos internos de todas as larvas astrais e mentais, influências negativas, más impressões, fixações, tanto externas quanto internas. Conjure de todo coração a Deusa Mãe Ísis nos casos de fadiga excessiva, dores de cabeça intermitentes, calafrios, tonturas, perturbações no apetite, dores inexplicáveis, perda de memória, tristeza, depressão, ansiedade, medo de ficar sozinho e outros medos inexplicáveis.

Clique aqui e enriqueça seus conhecimentos sobre o Antigo Egito

Nenhum comentário: